Cotidiano / Economia

Dólar cai pelo quarto dia e fecha abaixo de R$ 3,60

É o menor valor em sete meses

Evelin Cáceres Publicado em 11/03/2016, às 20h34

None
dolar.jpg

É o menor valor em sete meses

O dólar comercial emendou a quarta queda seguida e fechou esta sexta-feira (11) em baixa de 1,38%, a R$ 3,591 na venda. É o menor valor desde 28 de agosto de 2015, quando o dólar havia terminado o dia valendo R$ 3,585. Nas últimas nove sessões, a moeda perdeu valor em oito. Na véspera, a queda foi de 1,5%.

Na semana, a moeda acumulou desvalorização de 4,51% –foi a terceira seguida de recuou. A queda acumulada no mês é de 10,30% e no ano, de 9,04%.

Na tarde desta sexta-feira, o dólar turismo era vendido a R$ 3,76 em casas de câmbio de São Paulo, depois de chegar a valer R$ 4,64 em dezembro do ano passado.

Mercado X crise política

Investidores continuavam atentos ao cenário político brasileiro. Na véspera, o Ministério Público de São Paulo pediu a prisão preventiva do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva por ocultação de patrimônio, uma modalidade do crime de lavagem de dinheiro, e falsidade ideológica.

Para o próximo domingo, estão previstas manifestações contra o governo e a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff em várias cidades do país.

Além disso, o mercado também olhava com atenção para a convenção nacional do PMDB, partido aliado ao governo, no sábado. Analistas acreditam que o PMDB poderá se distanciar ainda mais do PT, o que aumentaria a pressão sobre a presidente Dilma.

Acusações contra membros do PT têm sido vistas como positivas por alguns investidores. Eles acreditam que uma mudança no governo ajudaria o país a recuperar sua credibilidade perante o mercado.

Outros ressaltam, porém, que a perspectiva de turbulências políticas causa instabilidades e não há garantia de que uma eventual troca de presidente traria um quadro mais favorável para a economia brasileira.

Jornal Midiamax