Cotidiano / Economia

Serviços de beleza voltam a perder para inflação, aponta IBGE

Apenas depilação (5,34%) superou a variação do IPCA

Diego Alves Publicado em 14/06/2015, às 02h15

None
servicos-beleza.jpg

Apenas depilação (5,34%) superou a variação do IPCA

Os principais serviços de beleza tiveram aumento menor que a inflação no mês passado, segundo números divulgados pelo IBGE. O Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), indicador oficial da inflação brasileira, subiu 0,75% em maio – mais do que o custo de cabeleireiro (0,61%), depilação (0,25%) e manicure (0,24%). Só os serviços de costura tiveram reajuste maior (0,9%).

Nos cinco primeiros meses, apenas depilação (5,34%) superou a variação do IPCA (5,19%). As outras áreas apresentaram alta inferior a 4%: 3,88% (cabeleireiro), costureira (3,83%) e manicure (3,52%).

Os resultados foram influenciados pela perda do poder de compra e pelo aumento do desemprego (desde o início do ano, a taxa de desocupação subiu de 6,8% para 8%).

Jornal Midiamax