Cotidiano / Economia

Queda em exportações gera prejuízo de US$ 39 milhões ao Estado

Queda acumulou 21,3% 

Thatiana Melo Publicado em 13/07/2015, às 12h39

None
exportacoes.jpg

Queda acumulou 21,3% 

Com a queda na exportação dos produtos industrializados dos setores extrativismo mineral, complexo frigorífico, óleos vegetais, couros e peles e papel e celulose, Mato Grosso do Sul perdeu em receita US$ 39 milhões.

No primeiro semestre de 2015 em comparação ao mesmo período do ano passado as perdas acumularam 21,3%, a receita neste período teve diminuição de US$ 428 milhões. O levantamento feito pelo Radar Industrial da Fiems (Federação das Indústrias do Estado de Mato Grosso do Sul) ainda identificou que o Junho foi o pior mês dos últimos cinco anos.

Ainda segundo o levantamento de janeiro a junho deste ano as vendas das indústrias concentraram-se em sete grupos, totalizando 97,9% das exportações, e o grupo papel e celulose teve queda de 4,5% em relação ao mesmo período do ano passado, já o grupo frigorífico também acumulou perdas de 27,5%, com prejuízos de US$ 161 milhões, de US$ 584,7 no ano passado para US$ 423,7 neste ano.

A diminuição de exportações para importantes mercados consumidores da carne brasileira foi o grande fator destas perdas. A Rússia teve redução das exportações em US$ 142, 7 milhões, seguida pela Venezuela, Hong Kong, Arábia Saudita, Holanda, Japão e Chile.

Outros setores também acumularam perdas em exportações para o Estado, o grupo extrativismo vegetal teve queda de 62%, seguido por couros e peles com queda de 38,3%, óleos vegetais com 27,7% e alimentos e bebidas com queda de 23,4%.

Jornal Midiamax