Prévia da inflação tem a maior alta para julho desde 2008

IPCA-15 avançou 0,59% neste mês; em 12 meses, indicador atingiu 9,25%, a maior taxa desde dezembro de 2003
| 22/07/2015
- 17:49
Prévia da inflação tem a maior alta para julho desde 2008

IPCA-15 avançou 0,59% neste mês; em 12 meses, indicador atingiu 9,25%, a maior taxa desde dezembro de 2003

A prévia da inflação oficial registrou a maior alta para meses de julho desde 2008. O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) variou 0,59% neste mês, desacelerando em relação ao registrado em junho, quando o avanço foi de 0,99%, de acordo com dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quarta-feira.

Neste ano, o IPCA-15 acumula alta de 6,9%. Em 12 meses, o indicador atingiu 9,25%, o nível mais elevado desde dezembro de 2003 (9,86%).

Dos nove grupos pesquisados, apenas habitação (1,15%) e comunicação (0,59%) variaram mais do que no mês anterior.

O maior impacto individual entre as despesas de habitação veio da energia elétrica, que teve alta de 1,91%. Também tiveram destaque as taxas de água e esgoto e os artigos de limpeza, com altas de 4,10% e 1,46%, respectivamente.

A pressão sobre as despesas de comunicação se deve aos serviços de telefonia fixa e móvel, com aumentos de 1,28% e 0,83%.

Variaram menos do que no mês anterior os grupos alimentação e bebidas (0,64%), artigos de residência (0,47%), transportes (0,14%), saúde e cuidados pessoais (0,80%), despesas pessoais (0,83%) e educação (0,10%).

Somente os artigos de vestuário registraram queda, de -0,06%.

Regiões 
O maior índice regional registrado pelo IPCA-15 foi em Recife (0,87%), influenciado pela alta dos alimentos (0,89%) e da gasolina (1,84%). Já o menor índice foi registrado em Belém, cuja alta foi de 0,26%.

 

Veja também

Cargas não chegam aos destinatários e situação está causando perdas ao setor de transportes

Últimas notícias