Cotidiano / Economia

Para alavancar economia Governo do Estado cria ‘Rota dos Investimentos’

Programa foi criado com base no sucesso da Caravana da Saúde

Midiamax Publicado em 24/06/2015, às 21h36

None
_mg_1754_1.jpg

Programa foi criado com base no sucesso da Caravana da Saúde

O Governo do Estado pretende incentivar os investimentos dos pequenos e micros empresários e para isso lançou na tarde desta quarta-feira (24) o Propeq (Programa Estadual de Apoio aos Pequenos Negócios) e o ‘Rota do Investimento’, que deve levar por todo Estado 19 entidades que servirão de orientação para os empresários.

Segundo o secretário de meio ambiente e desenvolvimento do Estado, Jaime Verruck, o programa foi criado com base no sucesso da Caravana da Saúde, que está levando atendimento médico para a população para todo o Estado e com isso o ‘Rota do Investimento’ deve levar os representantes de todas as entidades que participam do Propeq.

“A Rota do Desenvolvimento é uma ação em conjunta de todas as entidades em relação ao pequeno empresário no estado de Mato Grosso do Sul. Vamos dar todo o suporte e direcionamento para essas empresas”.

Verruck disse que a Rota começou por Nova Andradina e deve percorrer todas as regiões do Estado até 2016, quando será realizada a Feira do Empreendedor do Sebrae (Sistema Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas).

“O que nós precisamos é de um conjunto de ações que cheguem efetivamente nas empresas e consiga manter a competitividade”.

Para o secretário, incentivar o micro e pequeno empresário é uma forma de amortecer os impactos da crise financeira que atinge todo o País. “A gente quer estimular essas pequenas empresas e se cada uma delas gerar um emprego são mais de 128 mil empregos no Estado. Temos que fortalecer o pequeno negócio para sair da crise”.

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) ressaltou que a economia é composta pelas pequenas empresas e esse programa vai ajudar a melhorar a situação financeira de Mato Grosso do Sul. “Nós temos que somar e multiplicar esforços. O resultado positivo desse programa vai reverter para o bem comum das pessoas”.

Ainda de acordo com o chefe do executivo no Estado, a abertura das empresas será mais simplificada e o programa vai ajudar a fortalecer o segmento de micro e pequena empresa. “É o segmento que mais emprega. Mato Grosso do Sul foi que mais empregou no mês de maio e grande número desses empregos foi na pequena empresa”.

Azambuja acredita que o programa vai ajudar a geração de novos negócios em MS. “Tem questões que depende de qualificação, treinamento e formação. São questões que temos para trazer pessoas das informalidade para a formalidade”.

O Ministro da Secretaria da Micro e Pequena Empresa, Guilherme Afif Domingues, também esteve presente na cerimônia e explicou para os empresário como funciona o Simples e o que a ‘Rota dos Investimento’ deve trazer para o Estado.

“É um mutirão e, portanto nós estabelecemos uma linguagem única e padrão em beneficio do desenvolvimento dos pequenos. Tenho certeza que Mato Grosso do Sul está na pole position da arrancada do desenvolvimento”.

De acordo com o Governo do Estado, em 2013 os pequenos negócios geraram mais de 280 mil empregos, 44,11% do total gerado. Mais de 90% da empresas caracterizam como MPE (Micro e Pequena Empresa). 

Jornal Midiamax