Cotidiano / Economia

Nova nota de 10 dólares vai estampar uma mulher

As novas cédulas só começarão a circular em 2020

Gerciane Alves Publicado em 18/06/2015, às 20h08

None
dolar.jpeg

As novas cédulas só começarão a circular em 2020

Pela primeira vez em mais de um século uma nota de dólar americano irá estampar o rosto de uma mulher. O secretário do Tesouro, Jack Lew, anunciou nesta quinta-feira que uma nova nota de 10 dólares será redesenhada com a imagem de “uma mulher que contribuiu e representa os valores da democracia americana”. A nova cédula será lançada em 2020 e a escolha da personagem feminina deve ser revelada no final desse ano.

O lançamento da nota foi programado para coincidir com o 100º aniversário da 19º Emenda da Constituição americana, que deu às mulheres americanas o direito de votar. O Departamento do Tesouro coletará ideias do público em encontros administrativos e através da hashtag #TheNew10 (o novo 10) nas redes sociais para decidir quem deveria ser retratada na nota.

A mulher escolhida, no entanto, não estará estampada em todas as notas de 10 dólares que circularão pelos Estados Unidos. As cédulas continuarão a ser ilustradas com uma nova imagem do atual homenageado Alexander Hamilton, primeiro secretário do Tesouro americano. “Nossas notas e as imagens de grandes líderes americanos e marcos históricos que eles retratam são há tempos uma maneira para honrarmos nosso passado e discutirmos nosso valores”, disse Lew a repórteres em uma teleconferência. “Esta decisão de colocar uma mulher em uma nota de 10 dólares reflete nossas aspirações para o futuro”.

A campanha para a representação feminina nas notas americanas foi comandada pela organização ‘Women on 20s’ (W20), que realizou uma votação on-line para eleger a mulher que gostariam de ver estampada na cédula de 20 dólares. A ganhadora da pesquisa e candidata da organização é Harriet Tubman, escrava que lutou pela causa abolicionista durante toda sua vida. “As mulheres da campanha da nota de 20 dólares refletem a melhor tradição da democracia americana, em que as pessoas que se importam com algo se unem e expressam sua visão”, afirmou Lew.

As últimas mulheres representadas em notas americanas foram Martha Washington (mulher do ex-presidente George Washington), que apareceu em um certificado de prata de 1 dólar de 1891 a 1896, e a índia Pocahontas, que apareceu em uma fotografia de um grupo na nota de 20 dólares de 1865 a 1969.

Jornal Midiamax