Cotidiano / Economia

Longen recebe presidente-executivo de empresa aérea da Bolívia

Debate entre Fiems e Amaszonas Linhas Aéreas para maior integração

Midiamax Publicado em 01/04/2015, às 10h50

None
fiems_e_amaszonas.jpg

Debate entre Fiems e Amaszonas Linhas Aéreas para maior integração

O presidente da Fiems, Sérgio Longen, recebeu, nesta quarta-feira (01/04), a visita do presidente-executivo da Amaszonas Linhas Aéreas, Sergio de Urioste, para discutir a participação da empresa aérea boliviana na construção de uma agenda positiva de integração de Mato Grosso do Sul com a Bolívia e o Paraguai. “Já iniciamos ações de aproximação econômica com o Paraguai e agora estamos buscando oportunidades de fazermos o mesmo com a Bolívia, que tem produtos de interesse do setor industrial do Estado, em especial, o gás natural. Nesse sentido, consideramos de extrema importância a viabilização de uma rota aérea regular com o país vizinho”, disse.

Segundo Sérgio Longen, atualmente, há uma grande demanda comercial entre Mato Grosso do Sul e a Bolívia e a contribuição do Sistema Fiems é fomentar e trabalhar para o aumento desse intercâmbio com foco no desenvolvimento dos municípios localizados na faixa de fronteira. “Precisamos pensar positivo e por isso o próximo passo será repassar as informações coletadas com o presidente da Amaszonas para a nossa equipe técnica e, dessa forma, elaborar uma agenda de integração”, ressaltou.

Já o presidente da Amaszonas Linhas Aéreas, Sergio de Urioste, completou que a reunião serviu também para apresentar ao presidente da Fiems os serviços aéreos disponibilizados pela empresa boliviana, que tem mais de 15 anos de operação. “Há 3 anos decidimos integrar as rotas aéreas não tradicionais da América do Sul, aquelas não exploradas ou pouco exploradas. Dentro desse plano estratégico, iniciamos a operação em Campo Grande em junho do ano passado com um voo regular três vezes por semana até Santa Cruz de La Sierra”, informou.

Ele ressalta que é importante divulgar essa disponibilidade da empresa aérea para o setor empresarial de Mato Grosso do Sul e também ao boliviano. “Também temos focado os destinos turísticos no Estado, como Corumbá e Bonito, no Paraná, como Foz de Iguaçu, e no Peru, unindo todas essas rotas para que possamos ofertar mais opções aos passageiros. Além disso, por meio de parcerias, fazemos voos diretos de Santa Cruz de La Sierra para os Estados Unidos e Canadá, na América do Norte, e para a Europa com preços mais em conta”, garantiu.

Jornal Midiamax