Cotidiano / Economia

Índice de confiabilidade de empresário da Capital reage e número sobe dois pontos

Mesmo com melhora de índices investimentos ainda são tímidos

Thatiana Melo Publicado em 08/07/2015, às 15h43

None
img-20150603-wa0046.jpg

Mesmo com melhora de índices investimentos ainda são tímidos

Com o índice na zona vermelha abaixo dos 100 pontos, o empresário do comércio de Campo Grande reagiu quanto à confiabilidade no mercado, e o que antes estava em 84,6 pontos em maio, subiu para 86,7 pontos em junho, é o que aponta a pesquisa divulgada pela CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo).

De acordo com a pesquisa muitos empresários ainda acham que a economia não está boa, o que faz com que os investimentos no setor sejam tímidos. Segundo dados 59,5% dos empresários acreditam que a economia piorou muito, e 34,1% piorou pouco, apenas 6,5% apontam melhora, mas 51,3% ainda esperam que o cenário econômico melhore para o setor.

E por causa ainda da baixa confiabilidade do empresariado campo-grandense é que muitos lojistas ainda estão com estoques abaixo do esperado em 20,7% e com redução no quadro de funcionários que atinge 59,7% dos empresários da cidade. Apenas 32,3% afirma estar com estoques acima da média.

Segundo a pesquisa com o aumento na confiabilidade algumas empresas voltaram a investir e a expectativa para o comércio melhorou em relação a maio. Em junho 30,8% dos empresários afirmaram ter melhor expectativa quanto 20,6% relatam que piorou. O nível de investimento para alguns empresários foi menor 41,3% quanto para 26,3% afirma ter sido maior.

Jornal Midiamax