Cotidiano / Economia

Governo do Estado promete ajudar empresa que quer investir R$ 600 mi em MS

Além do alto montante de recursos, a empresa espera gerar cerca de dois mil empregos

Ludyney Moura Publicado em 03/03/2015, às 17h33

None
reuniao_governadoria_-_chico_ribeiro_-gems.jpg

Além do alto montante de recursos, a empresa espera gerar cerca de dois mil empregos

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) se reuniu com empresários interessados em instalar uma indústria no município de Bela Vista, região sudoeste do Estado, que pode gerar cerca de dois mil empregos diretos e indiretos.

Azambuja, que esteve acompanhados dos secretários Jaime Verruk, Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico, Eduardo Riedel, Governo, e Marcelo Miglioli, Infraestrutura, avaliou ações para instalação da CPX Sul Matogrossense, do segmento de cimentos, concreto e argamassa, ao custo de aproximadamente R$ 600 milhões.

“O governo tem interesse e sabe que uma indústria deste porte será uma redenção econômica para Bela Vista e a região de Fronteira. É uma prioridade para nós e atuaremos como facilitadores deste processo”, frisou Jaime Verruk.

Durante o encontro, os empresários solicitaram do governo estadual suporte para aprovação do licenciamento ambiental, apoio financeiro do FCO (Fundo de Desenvolvimento do Centro-Oeste) e qualificação dos trabalhadores, tanto para construção do parque industrial, quanto para o processo de produção.

Além disso, a CPX argumentou que suas novas instalações, com 320 mil metros quadrados de área construída, devem gerar 200 empregos diretos e dois mil indiretos, e produzir ao menos 800 mil toneladas de cimento Portland ao ano.

Diante das promessas, os gestores estaduais prometeram que o licenciamento ambiental deve estar pronto até o mês de setembro. Programas de capacitação profissional também serão implementados, assim como uma solicitação junto à União para aprovação de financiamento por porte da empresa. 

Jornal Midiamax