Cotidiano / Economia

Bovespa apresenta instabilidade nesta quinta-feira

O Ibovespa abriu o pregão em queda de 0,04%

Midiamax Publicado em 14/05/2015, às 13h34

None
images_1.jpg

O Ibovespa abriu o pregão em queda de 0,04%

Após abrir em alta, o pregão da Bovespa começou a ser negociado com instabilidade na manhã desta quinta-feira (14), com o principal índice, o Ibovespa, em queda de 0,04% desde às 10h26. Por volta das 10h35, o pregão chegou a se desvalorizar em 0,20%, no entanto, a partir daí voltou a subir e às 10h46, a valorização do índice era de 0,35%, somando 56.571 pontos. Os principais ações a se falorizarem eram as ordinárias da Marfrig (+2,21%), vendidas a R$ 4,16, as preferenciais da Eletrobrás, (+2,08%), cotadas a R$ 9,82 e as ordinárias da Kroton, (+1,59%), vendidas a R$ 11,50.

As ações da Petrobrás seguiram o caminho contrário, apesar de terem aberto as negociações com uma leve alta de 0,80% nas ações ordinárias às 10h15, as ações começaram a cair por volta das 10h33, com uma desvalorização de 0,20%, cotadas a R$ 14,89. As preferenciais da estatal seguem o mesmo rumo de isntabilidade, sendo cotadas às 10h34 aa R$ 13,95, uma desvalorização de 0,14%.

No exterior, a bolsa de Nova York, apresentava uma valorização de 0,63% às 10h31 (horário de Brasília), somando 18.173,63 pontos. Na abertura, o índice somava 18.062,49 pontos. A bolsa inglesa, Nasdaq também aprensetava um leve aumento nas negociações desta quarta, somando às 10h36 (horário de Brasília), 6.954,81 pontos, uma valorização de 0,07%.

Na Ásia o fechamento foi de crescimento para o índice chinês (Sse Composite), que ás 04h01 (horário de Brasília), fechou com uma pequena valorização de 0,06%, somando 4.378,31 pontos. O índice de Cingapura (FTSE), também fechou com um leve crescimento, 0,1%, somando  3.455,78 às 5h55 (horário de Brasília). No entanto, a bolsa japonesa, Nikkei, fechou em baixa nas negociações encerradas às 03h (horário de Brasília). O índice somou 19.570 pontos, uma desvalorização de 0,98%. Na abertura a bolsa somava 19.662 pontos.

Dólar

Apesar da queda da bolsa, o dólar comercial voltou a cair nas negociações da manhã desta quinta-feira. A moeda, apesar de estar caindo, continua no patamar dos R$ 3. Por volta das 11h19, o dólar comercial caia 1,0960%, sendo vendido a R$ 3,0052 e cotado na compra a R$ 3,0044. No início das negociações a moeda estava cotada a R$ 3,0281 na venda e R$ 3,0274 na compra. 

Jornal Midiamax