Cotidiano / Economia

Receita Federal alega que espólio de Michael Jackson não pagou impostos

O espólio de Michael Jackson está na mira da Receita Federal por não pagar impostos devidamente. De acordo com documentos legais – obtidos pelo LA Times – quando Michael Jackson morreu, em junho de 2009 – aos 50 anos, vítima de uma overdose de medicamentos -, os executores disseram ao IRS que seu patrimônio líquido […]

Arquivo Publicado em 09/02/2014, às 15h26

None
1275191464.jpg

O espólio de Michael Jackson está na mira da Receita Federal por não pagar impostos devidamente. De acordo com documentos legais – obtidos pelo LA Times – quando Michael Jackson morreu, em junho de 2009 – aos 50 anos, vítima de uma overdose de medicamentos -, os executores disseram ao IRS que seu patrimônio líquido era de cerca de US$ 700 mil, mas na verdade, o valor correspondia a US$ 1,125 bilhões. As informações são do TMZ.


A Receita Federal alegou que os executores estão tentando enganá-los de maneira grosseira e dobrou a pena de imposto, de 20 para 40%.


A IRS considerou que somente a imagem pública de Jackson valia US$ 434 milhões, enquanto o espólio a avaliou em apenas US$ 2.105 dólares. Além disso, o espólio não teria contabilizado sua participação na editora musical MJ/ATV Publishing Trust, o que Receira avaliou em 469 milhões de dólares.


Um representante dos herdeiros de Jackson disse que a IRS se baseou em “suposições errôneas e especulativas, não amparadas pelos fatos ou pela lei”. O TMZ tentou contato com o espólio, mas não obteve resposta.

Jornal Midiamax