Em Dourados, clínica veterinária é interditada por uma série de irregularidades

A interdição na clínica foi uma ação conjunta entre Procon/MS (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor) e CRMV (Conselho Regional de Medicina Veterinária)
| 02/04/2022
- 10:20
clínica
Fiscalização constatou que nada funcionava na clínica. Foto: Ascom/Procon/MS

Em Dourados, um clínica veterinária foi parcialmente interditada após ação conjunta envolvendo o Procon/MS (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor) e o CRMV (Conselho Regional de Medicina Veterinária). A razão: diversas irregularidades.

Na Clínica Veterinária Império Animal, localizada no bairro Jardim Flórida, os fiscais encontraram medicamentos com prazo de validade vencido e impróprios para o consumo, além de estarem fracionados indevidamente, sem identificação e mantidos abertos. Todos os medicamentos foram descartados.

Para piorar a situação da Clínica Veterinária Império Animal, foram detectadas situações que se enquadram como abuso de animais. Isso porque, embora estivesse em funcionamento um centro cirúrgico no local, com animais operados, não foi apresentado medicamentos para emergência, como adrenalina e atropina, que são exigências mínimas para o funcionamento de um centro veterinário 24 horas. Além disso, não foram apresentadas notas fiscais de aquisição de anestésicos.

Irregularidades

E as irregularidades não pararam por aí. A também não encontrou medicamentos de uso controlado, que são fundamentais para o tipo de serviço prestado, ficando o questionamento quanto à sedação adequada dos animais para os procedimentos realizados pela clínica. No local foram encontrados vazamentos de água em situação de chuva, com fiação exposta a água, ausência total de ventilação e ausência de esterilização do ambiente, assim como ausência de equipamento exigido.

Na “ala de internação” da clínica, a fiscalização do Procon/MS e CRMV se depararam diante de animais com doenças infectocontagiosas junto a outros com doenças sem gravidade, sem nenhum critério de separação. Ao constatar que a Clínica Veterinária Império Animal não possui a autorização do CRMV/MS para operar em caráter emergencial e para funcionar por 24 horas, além de não possuir um responsável técnico devidamente qualificado, o Procon/MS e CRMV suspenderam o funcionamento do local.

Outro lado

Em nota enviada por meio de advogados, a clínica confirmou a inspeção e as irregularidades, mas pontuou que não foi interditada como afirmado em nota oficial pelo PROCON/MS - que pode ser conferida neste link -.

A reportagem tentou contato com a clínica antes da publicação do material, mas ninguém atendeu.

Confira a nota na íntegra:

"Na data do dia 22 de março de 2022 ocorreu uma fiscalização rotineira do Conselho Regional de Medicina Veterinária (CRMV) órgão responsável por zelar pelo exercício da profissão dos veterinários, juntamente com PROCON/MS, durante a inspeção, foram solicitadas algumas adequações na estrutura física da clínica com o objetivo de aprimorar o exercício profissional bem como o atendimento aos clientes e pacientes.
Solicitaram, ainda, alterações nas rotinas exercidas pelos profissionais com a finalidade de atender a recente resolução expedida pelo Conselho Federal de Medicina Veterinária/-CMFV de nº 1275/2019.
Também foi solicitada a adequação documental no alvará expedido pelo CRMVMS. Desta forma, o CRMV/MS e PROCON/MS interromperam temporariamente somente as realizações de internações e cirurgias na clínica até que a estrutura estivesse nos termos da resolução, esclarecemos que consultas, curativos, e vacinações bem como as atividades de PETSHOP estão em pleno funcionamento.
Ressaltamos que prontamente acatamos as solicitações e estamos em obras para sempre melhor atendermos".

Veja também

Leite está caro para o consumidor e barato demais para quem produz, com a maior parte do lucro ficando nas indústrias de laticínios

Últimas notícias