VÍDEO: clientes tentam aproveitar promoção de carne e descobrem que peso era bem menor do que na etiqueta

Um dos clientes registrou a situação em vídeo e encaminhou ao Jornal Midiamax
| 03/04/2022
- 10:03
VÍDEO: clientes tentam aproveitar promoção de carne e descobrem que peso era bem menor do que na etiqueta
Divergência no peso chamou atenção dos cientes. (Foto: Via WhatsApp)

Clientes de um supermercado atacadista encontraram divergência entre o peso marcado nas etiquetas de embalada e o peso real dos produtos. O caso aconteceu na manhã deste domingo (3), na unidade localizada no bairro União, em Campo Grande. Os pacotes marcavam peso bem abaixo do que era registrado na etiqueta. Em um dos pacotes, o peso era quase um quilo a menos.

O problema foi encontrado nos pacotes de capa de contrafilé bovino embalado a vácuo. Um dos consumidores registrou a situação em vídeo e encaminhou ao Jornal Midiamax. O cliente conta que trabalha em uma churrascaria e comprou várias peças da mesma carne no último sábado (2), pois era o dia de promoção na rede. Ele decidiu retornar hoje com mais calma para nova compra e percebeu que havia alguma coisa errada com o peso dos produtos.  

“Estranhei o tamanho das peças, resolvi pesar e nenhuma bate. É complicado. A gente corre Campo Grande inteira atrás de e de promoção para poder oferecer desconto aos clientes e acontece isso”, relata.

O cliente fez um vídeo e também alertou aos outros consumidores do atacado para que não comprassem o produto. Outras pessoas também pesaram as carnes e constaram que havia divergência entre o peso da etiqueta e o da balança.

Após a situação, os funcionários do mercado recolheram as peças de carne para fazer nova pesagem. “Eles falam que foi um erro da balança. Ontem comprei um monte de carne aqui e acabei jogando fora a nota fiscal. Já está complicado comprar as coisas e acontece isso”, afirma.

Após a reclamação, os funcionários pesaram novamente as peças de carne e trouxeram de volta ao expositor com a nova etiqueta. Teve carne que passou de R$ 34 para R$ 22.

O cliente relatou que depois do ocorrido, foi procurado pelo gerente do atacadista e que eles se prontificaram a resolver o problema e até ressarci-lo pelo dia anterior, mas que preferiu fazer apenas o alerta, pois outras pessoas também podem ter sido lesadas nos dois últimos dias.

“Perguntaram quanto gastei ontem e disseram que resolveriam o meu problema. Porém, ele [o mercado] vai devolver o meu dinheiro e o resto de pessoal que foi lesado? Um monte de cliente que comprou ontem e hoje de manhã, como é que fica? Não aceito. Vou levar prejuízo junto com todo mundo. É injusto aceitar porque muitos levaram prejuízo”, finalizou.

O Jornal Midiamax entrou em contato com a assessoria de comunicação da rede atacadista, que informou que verificaria a situação. Até o fechamento desta matéria não houve retorno sobre o que motivou a divergência de preços no estabelecimento. O Midiamax segue aberto à manifestação do atacadista.

WhatsApp: fale com os jornalistas do Midiamax

leitor enviou as imagens ao WhatsApp do Jornal Midiamax no número (67) 99207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem com os jornalistas. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total sigilo garantido pela lei.

Veja também

Últimas notícias