A Black Friday começou nesta sexta-feira (25) e é um verdadeiro chamariz para clientes que buscam preços baixos. Na manhã de hoje, o Centro de Campo Grande registra alto movimento em comparação a meses anteriores. Em pleno período de Copa e com vitória do Brasil na última quinta-feira (24), evento esportivo dobra a venda de aparelhos televisivos durante a Black Friday na Capital.

A reportagem do Jornal Midiamax foi até o centro da cidade acompanhar as promoções desta sexta-feira. Segundo Welington Sevim, gerente de uma loja varejista localizada na Rua 14 de Julho, os itens de maior desejo neste ano são televisões e eletrodomésticos.

Ele ainda ressaltou que as vendas cresceram exponencialmente ao longo de novembro por causa de ações da loja. Agora com a Black Friday, faturamento cresceu 25% em relação a mesma época em 2021, tendo em vista que clientes encontram descontos que variam de 10% a 80% nos produtos.

(Foto: Karina Campos)

Um dos produtos de grande interesse no local é uma lavadora de roupas a R$ 1 mil.

“As pessoas estão procurando mais televisão para assistir à Copa e os eletrodomésticos. E por causa do movimento, a empresa precisou contratar mais nove funcionários, quatro temporários e cinco vendedores, para conseguir lidar com a demanda”, ressalta o gerente.

Como a loja atingiu o faturamento de R$ 700 mil no ano passado, a meta hoje é alcançar R$ 1 milhão em vendas. Loja não tem horário para fechar nesta sexta-feira.

Formas de pagamento atraem consumidor

Outra loja especializada em telefonia, eletrodomésticos e demais itens, também lida com grande clientela nesta Black Friday. Conforme pontuado por Guilherme Caetano, gerente regional da franquia em MS, a venda de televisão aumentou o dobro em comparação a 2021.

“Estamos começando o dia e com uma expectativa melhor. Tivemos um bom movimento ontem, mas hoje pode ser melhor”, afirma.

(Foto: Karina Campos)

Para reforçar campanha de venda de TV, a loja faz promoção em que a cada R$ 100 reais gastos na loja, o cliente ganha um número da sorte para concorrer a uma televisão nova. As formas de pagamento também atraem o consumidor.

Dessa forma, o local investiu na compra com parcelamento de 12x no carnê sem entrada.

Roupas

Não é apenas o setor de eletrodomésticos que se dá bem nesta sexta-feira (25). Lojas especializadas em roupas e sapatos também sentem a diferença da Black Friday no faturamento.

Segundo Luana Carneiro, gerente de loja de sapatos no centro de Campo Grande, clientes se concentraram em frente às portas antes mesmo da abertura. Ela também pontuou que o consumidor está mais exigente neste ano e gastando menos. Mesmo assim, as vendas nas lojas estão boas.

“Os clientes querem abrir crediário aqui na loja e encontram descontos de 50%”, afirma.

Consumidores não têm teto de gasto

O centro de Campo Grande está cheio de gente querendo gastar nesta Black Friday, especialmente entre o trecho da Afonso Pena com Marechal Rondon. Além disso, clientes disseram ao Midiamax que não têm margem de quanto vão gastar, mas querem produtos de qualidade a preços baixos.

É o caso da Vanessa Pereira, doméstica de 37 anos. Em busca de trocar o ventilador de casa e comprar uma air fryer nova, reservou algumas horas para conhecer várias lojas e fazer o orçamento. Além disso, prefere passar as contas no cartão assim que encontrar o melhor preço.

O casal Adrielli Diniz, de 22 anos, e Jonathan Santos, de 21, também não perdeu tempo nesta manhã. Com o objetivo de mobiliar a nova casa, os recém-casados buscam por geladeira, sofá e micro-ondas com preços baixos.

“Estamos acompanhando os descontos pela TV e aplicativos. Eu tenho o app da Magazine Luiza no celular e vou tentar barganhar com vendedor falando que pelo aplicativo encontrei os produtos mais baratos do que na loja física”, afirmou.

Lojas de Campo Grande realizam promoções da Black Friday durante todo o dia.