Cotidiano / Consumidor

Preço de carne tem variação de mais de 200% em Dourados

A maior diferença foi encontrada no quilo do lombo de porco

Marcos Morandi Publicado em 16/12/2021, às 11h22

Levantamento foi feito em 15 estabelecimentos da cidade
Levantamento foi feito em 15 estabelecimentos da cidade - Marcos Morandi

Uma pesquisa feita pelo Procon de Dourados em 15 estabelecimentos mostra que consumidor terá que andar bastante para encontrar carne mais barata nos supermercados e açougues da cidade. A diferença encontrada entre o menor e o maior preço praticado chegou a 227,48%, no lombo de porco e 140,68% na coxa e sobrecoxa.

No levantamento feito pelo órgão, a picanha apresentou variação de 102,50% entre o menor e o maior preço, em que o menor preço foi de R$ 43,95 e o maior R$ 89. Já no filé mignon a diferença encontrada foi de 140,28%.

A menor variação de preços foi de 40,33% na paleta bovina, ofertada com menor preço de R$ 39,90 e maior preço de R$ 55,99. Considerando os produtos encontrados em todos os estabelecimentos da pesquisa, a diferença entre o menor preço e o maior preço foi de 30,1%.

O Procon alerta para os consumidores exigirem que na hora de pedir qualquer tipo de carne, que sejam retiradas todas as impurezas, como sebos e pelancas e observar a cor e o modo de conservação do produto.

Jornal Midiamax