Cotidiano / Consumidor

Mortadela no lugar de presunto e pão torrado: lanchonete coleciona reclamações em Campo Grande

Clientes insatisfeitos se uniram em postagem de rede social contra o 'pior lanche da cidade'

Gabriel Maymone Publicado em 04/05/2021, às 09h55

Alguns dos lanches feitos pelo estabelecimento
Alguns dos lanches feitos pelo estabelecimento - Reprodução / Facebook

Lanchonete em Campo Grande recebeu o título do 'pior lanche da cidade' por clientes insatisfeitos que se uniram para reclamar do estabelecimento no Facebook, no grupo 'Aonde Não Ir em Campo Grande', já conhecido por reclamações do gênero. Tudo começou quando uma mulher relatou a indignação após pedir um lanche e receber o que chamaram de "restos da chapa".

Tudo poderia ser apenas um erro ou um caso pontual, mas os comentários na postagem da cliente mostram que o local é conhecido  pelo público por oferecer lanches ruins, errar na entrega do pedido ou até mesmo substituir os ingredientes por outros mais baratos.

Na imagem postada pela cliente, é possível ver que o anúncio do lanche - com erros ortográficos - mostra um sanduíche grande, com dois hambúrgueres e muita salada. Porém, ao abrir a caixa, a mulher se deparou com algo totalmente diferente. Pedaços de hambúrguer, uma fatia de apresuntado (sendo que na descrição consta presunto), um pedaço de queijo derretido e um pouco de cheddar. Apesar de prometido na propaganda, faltou o bacon, salsicha, salada e as iscas de carne e frango.

Conforme relatado pela cliente, além do estado do lanche, o pedido foi entregue errado. "Entrei em contato com o estabelecimento e até agora nada", disse. No decorrer dos comentários, ela relata que falou com a proprietária da lanchonete. "Ela falou que a culpa é do chapeiro, pois ela não fica de olho no preparo".

Lanche do anúncio e pedido recebido pela cliente
Caption

Mais reclamações...

Vários outros usuários relataram ter tido problemas com a lanchonete. Uma delas postou a foto do lanche que comprou do local, com o pão torrado. "Eu pedi aí anteontem e o lanche veio torrado, horrível. Pedi reembolso e eles negaram. Deu até nojo de comer o lanche", disse.

Outro cliente, indignado, relatou mais uma reclamação da empresa. "No de vocês ainda veio presunto. E no nosso que veio mortadela". Já outro usuário relatou ter pedido dois x-salada e só recebeu um.

E não para por aí: "Ah já pedi uma vez também deles e foi o PIOR lanche que já comi na minha vida. Lanche horrível, sem sabor e pequeno. Não chega nem perto do da foto. A cebola veio queimada, enfim, um nojo de horrível . Comi pois era meu almoço, mas deixei minha reclamação", reclamou outra cliente.

Direito do consumidor

O superintendente do Procon-MS, Marcelo Salomão, reforçou sobre o direito do consumidor em obter o estorno do pedido. "O consumidor tem direito ao valor integral do que não foi entregue. É fundamental exigir seu direito e a empresa fazer o estorno da quantia paga", informou.

O advogado Sérgio Tannuri, especialista em direito do consumidor, é direito do consumidor exigir o cumprimento fiel daquilo que foi pedido, seja por telefone ou por aplicativo. "Nesses casos, o consumidor tem o direito de exigir que a oferta seja cumprida, pedir um desconto ou cancelar o pedido, solicitando o estorno”, informa.

Se a refeição chegou fria ou mal preparada, o cliente não é obrigado a aceitar. “O cliente pode exigir, sim, que o restaurante mande outro pedido, nas condições adequadas e satisfatórias. Para isso, entre em contato imediatamente com o fornecedor ou com o aplicativo, formalizando a reclamação”, relata Tannuri.

Assim diz o Código de Defesa do Consumidor:

Art. 20. O fornecedor de serviços responde pelos vícios de qualidade que os tornem impróprios ao consumo ou lhes diminuam o valor, assim como por aqueles decorrentes da disparidade com as indicações constantes da oferta ou mensagem publicitária, podendo o consumidor exigir, alternativamente e à sua escolha:
I – A reexecução dos serviços, sem custo adicional e quando cabível
II – A restituição imediata da quantia paga, monetariamente atualizada, sem prejuízo de eventuais perdas e danos
III – O abatimento proporcional do preço
§ 1° – A reexecução dos serviços poderá ser confiada a terceiros devidamente capacitados, por conta e risco do fornecedor.

estabelecimento não se posicionou sobre as reclamações, mas o espaço segue aberto para manifestações. 

Jornal Midiamax