VÍDEO: jovem compra carne com pus em supermercado da Capital

Um jovem de 22 anos que trabalha como autônomo entrou em contato com a reportagem e mandou fotos e vídeos de um quilo de agulha aparentemente com abscessos (bola com pus). O cliente disse à reportagem que comprou a carne na noite desta quinta-feira (17) em um supermercado na região norte de Campo Grande. No […]
| 18/05/2018
- 04:25
VÍDEO: jovem compra carne com pus em supermercado da Capital

Um jovem de 22 anos que trabalha como autônomo entrou em contato com a reportagem e mandou fotos e vídeos de um quilo de agulha aparentemente com abscessos (bola com pus). O cliente disse à reportagem que comprou a carne na noite desta quinta-feira (17) em um supermercado na região norte de Campo Grande.VÍDEO: jovem compra carne com pus em supermercado da Capital

No vídeo que foi enviado, aparece o momento em que o comprador retira, o que aparenta se pus, com uma faca. O cliente disse que irá retornar ao supermercado para pegar o dinheiro de volta.

“Um absurdo, se eu não vejo e minha esposa come. Poderia causar algum mal para ela e para nosso bebê, pois ela está grávida”, disse o autônomo de 22 anos. Por causa do horário, não foi possível entrar em contato com o supermercado.

Especialistas afirmam que os abscessos podem ser causados por vacinas, principalmente a contra febre aftosa. Alguns dizem que eles favorecem a formação de coágulos sanguíneos e proliferação de bactérias na carne.

Há quem afirme que as bolas com pus não tornam o consumo da carne prejudicial, já que não ficam presentes em todas as peças da carne.

Em 2017, os Estados Unidos suspenderam toda importação de carne bovina in natura (fresca) do Brasil. O ministro da Agricultura, Blairo Maggi, disse na época que a suspensão foi por causa da “reação a componentes da vacinação da febre aftosa”.

“No manuseio das partes em que é feita a vacinação têm sido encontrados abscessos (bolas com pus). Nós já tínhamos recebido a informação e cancelado cinco plantas”, disse em nota.

Veja também

Consumidores também disseram que a renda está melhor que mês anterior

Últimas notícias