Cotidiano / Consumidor

Preços de exames têm diferença de até 770% em laboratórios de Campo Grande

Seis laboratórios de análises clínicas tiveram os preços pesquisados pelo Procon (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor) e foi concluído que as diferenças de preços são de até 770% nos serviços prestados, dependendo do tipo de exame. A pesquisa aconteceu depois que o órgão recebeu denúncias de consumidores que ficaram surpresos com a diferença […]

Mariane Chianezi Publicado em 15/10/2018, às 14h30 - Atualizado às 15h37

Foto: Ilustração
Foto: Ilustração - Foto: Ilustração

Seis laboratórios de análises clínicas tiveram os preços pesquisados pelo Procon (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor) e foi concluído que as diferenças de preços são de até 770% nos serviços prestados, dependendo do tipo de exame.

A pesquisa aconteceu depois que o órgão recebeu denúncias de consumidores que ficaram surpresos com a diferença constatada em alguns laboratórios após ficarem sabendo os preços.

Foram pesquisados 63 tipos de exames e o que mais apontou variedade no preço foi o exame de ‘atividade da proteína C’ que, enquanto um laboratório o custo é de R$ 278, em outro o valor é de R$ 12.

A segunda diferença detectada e considerada exorbitante, foi o exame de ‘colesterol HDL’, que em um laboratório custa R$ 40 e em outro, o exame sai por R$ 5.

Dos seis laboratórios, um apresentou 41 tipos de exames mais caros que os demais e nenhum item com o menor preço. Outro local, teve 43 exames mais em conta que os outros 5 laboratórios e apenas dois itens mais caros.

Confira a pesquisa de preços completos clicando aqui.

Jornal Midiamax