Cotidiano / Consumidor

Esquema que aplicava golpe em posto de gasolina causou prejuízo de R$ 10 mil

Uma pessoa foi presa em flagrante

Mariana Rodrigues Publicado em 18/02/2018, às 09h16

None

Uma pessoa foi presa em flagrante

Foi preso na tarde desse sábado (17), um estelionatário em um posto de gasolina no bairro Itanhangá Park. Ele é integrante de um esquema que aplicava golpes em postos de gasolina usando nomes de clientes que possuíam conta no local. Em dez dias, foram feitos 30 abastecimentos em diversos veículos, causando um prejuízo de R$ 10 mil em apenas um estabelecimento.

Segundo informações policiais, o proprietário do posto notou que haviam vários abastecimentos em nome do mesmo cliente. A vítima então, foi conferir os cupons de abastecimento e percebeu que o cliente que abastece em média mil reais por mês já tinha abastecido em torno de R$ 10 mil (dez mil reais) em dez dias.

Ainda conforme registro policial, em contato com o cliente, o mesmo disse que não havia autorizado os abastecimentos. Os funcionários do posto foram orientados a não abastecer mais, e quando houvesse abastecimentos em nome desse cliente, ele deveria ser avisado. Nesse sábado, um homem foi até o posto de gasolina se dizendo motorista do aplicativo Uber e pediu para abastecer o veículo na conta do referido cliente.

O proprietário do posto foi acionado e chamou a polícia, o autor foi conduzido à Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário), do Centro. Ele relatou que foi informado do esquema de abastecimento por uma pessoa identificada pelo nome de “Dalbiana”, eles mantinham contato através de um aplicativo de voz de aparelho celular.

Segundo ele, através desse aplicativo, ele era informado onde e quando poderia realizar os abastecimentos e o nome da pessoa que teria conta no local para lançar os abastecimentos. O autor foi preso e com ele foi apreendida a quantia de R$ 363 (trezentos e sessenta e três reais).

Jornal Midiamax