Cotidiano / Consumidor

Temporada de liquidação já tem consumidor dormindo na porta de loja

Vale esperar 17 horas para conseguir desconto

Tatiana Marin Publicado em 05/01/2017, às 19h22

None
_mg_7628_interna.jpg

Vale esperar 17 horas para conseguir desconto

Dormir em frente a estabelecimentos comerciais vale o sacrifício para conseguir bons descontos. Consumidores já formavam fila no início da tarde desta quinta-feira (5), em frente de algumas filiais do Magazine Luiza. A rede promete preços baixos quando abrir as portas às 6h de sexta-feira (6). Enquanto isso, outras lojas de eletrodomésticos como Casas Bahia e Romera já oferecem descontos há alguns dias. Momento propício para consumidores pesquisarem preços. 

Na Magazine Luiza da 14 de julho, às 14h já havia duas pessoas na fila para serem as primeiras a entrarem na loja às 6h da manhã. Para guardarem o lugar por 17 horas, as duas dizem que irão se revezar com familiares. A funcionária pública Dina de Almeida, de 53 anos disse que chegou às 13h30 pois queria ser a primeira da fila, segundo ela, somente os primeiros clientes conseguem comprar com desconto.

Sua companheira de fila, a aposentada Josefa do Nascimento Ramos, de 61 anos, chegou logo depois e pretende comprar vários itens. “Estou montando a minha casa e ainda falta geladeira, máquina de lavar roupas, microondas e, se der, quero comprar também mesa e cadeiras”, relata. A aposentada mudou-se do há um ano do nordeste para Campo Grande e estava morando com a irmã enquanto juntava dinheiro para comprar uma casa.

Josefa disse que não fez pesquisas e que sempre faz compras na loja. Já Dina esteve em outras lojas antes de chegar à fila e só vai comprar se o preço realmente compensar. Ela pretende comprar uma máquina de lavar roupas, pois a sua estragou. 

A comerciante Arlete Franco Lemos, de 44 anos, também estava pesquisando preços. “Sempre aproveito quando tem queima de estoque. No ano passado comprei um ventilador. Neste ano quero comprar uma batedeira e um liquidificador”.

Por falta de paciência, a aposentada Eliene Almeida Ananias da Silva, de 56 anos, não quis esperar a abertura da Magazine Luiza e já comprou um ferro nas Casas Bahia. “Vi a promoção, vim e comprei. Já tem gente esperando na fila hoje, imagina como vai estar amanhã”, diz ela.

Lojas como Casas Bahia e Romera oferecem descontos há alguns dias. (Luiz Alberto)

A forma de pagamento é unânime: à vista. Josefa diz que economizou e vai pagar tudo em dinheiro. Eliene diz que parcelar compensa somente se for em poucas parcelas no cartão de crédito. Arlete diz que os juros são abusivos e também pretende pagar à vista.

É o 24º ano que o Magazine Luiza faz a liquidação de início de ano. Segundo nota emitida pela empresa, o site da loja estará desligado desde a madrugada desta sexta-feira (6) e permanecerá off-line até que haja filas nos estabelecimentos.

Jornal Midiamax