Cotidiano / Consumidor

Açougues resistem a variedades e conseguem manter clientes vendendo só carne suína

Dois açougues vendem somente carne suína no Mercadão Municipal. Enquanto os vizinhos disputam a clientela com o comércio de carne bovina, de peixes e variedades os proprietários garantem que a clientela é fixa. Para manter a qualidade e os fregueses, Nilson Zanucio, afirma que o atrativo de seu estabelecimento é o toucinho e a carne […]

Arquivo Publicado em 18/10/2014, às 19h30

None
1309269803.jpg

Dois açougues vendem somente carne suína no Mercadão Municipal. Enquanto os vizinhos disputam a clientela com o comércio de carne bovina, de peixes e variedades os proprietários garantem que a clientela é fixa.


Para manter a qualidade e os fregueses, Nilson Zanucio, afirma que o atrativo de seu estabelecimento é o toucinho e a carne de porco caipira. “Aqui tudo é certinho e inspecionado. A minha clientela é fiel”, garante o dono.

Tomiko Kajima explica que o açougue da família, que também vende só carne suína, é um excelente negócio. Além do comercializar a carne, o esposo de Tomiko também cria suínos. Assim como a maioria dos estabelecimentos que estão no Mercadão, o açougue da família de Tomiko é algo que passou de pai para filhos.

“Começou com meu sogro, depois esteve com a irmã do meu esposo e hoje é ele quem administra. Nosso espaço é pequeno, mas estamos há 20 anos no Mercadão. Muitos dos clientes procuram pelo miúdo do porco”, diz Tomiko.

O Mercadão é um lugar único onde se pode encontrar de tudo um pouco. Enquanto dois açougues apostam somente no comércio da carne suína, há quem vá ao local somente para comprar charque, o mesmo que carne-seca.

“Aqui a carne-seca é bonita, de boa qualidade”, comenta o cliente assíduo Conrado de Paula. Há 50 anos no Mercadão a peixaria é também é um dos estabelecimentos mais procurados do lugar.

“O Mercadão é um lugar único, sempre que venho aqui na peixaria aproveito para comprar erva para tomar tereré”, comentou Sebastião. A esposa dele complementa e relata que somente no mercadão ela encontra pimenta chocolate. “Para nós o Mercadão também é um ponto turístico”, observa.

Ao todo o Mercadão Municipal possui 144 barracas, 79 boxes e 500 trabalhadores. Por dia, a média diária de visitante é de 3.800 pessoas.



Jornal Midiamax