Mães com os filhos internados no setor da enfermaria pediátrica do HRMS (Hospital Regional de Mato Grosso do Sul) denunciam a precariedade do banheiro e quartos, com vazamento, azulejos quebrados e fitas para vedar janelas.

Preferindo anonimato, uma mãe diz que está há semanas recebendo tratamento da filha na pediatria, entretanto, a situação do banheiro é insalubre, diante do vazamento de água, que mantém o banheiro úmido e molhado por 24h.

“É revoltante. O banheiro vive alagado, as crianças não podem pisar no chão. Onde toma banho tem esses pedaços quebrados. Literalmente, é um malabarismo para as crianças poderem tomar banho, ainda correm o risco de adquirir mais bactérias. Nenhum quarto tem ar condicionado, as crianças acabam ficando mais dias internadas porque não tem uma boa acomodação”, desabafa.

Outra relata que o filho está há dois meses internado e também ressalta a sensação de risco de infecção. “Vaza água o tempo todo no banheiro, a porta não fecha, é um saco plástico amarrado no lugar na maçaneta. É muito perigoso as crianças e a gente se cortar nos azulejos quebrados”.

No mesmo setor, outra mãe continua: “As janelas dos quartos do Hospital Regional estão com muita fita adesiva para vedar as frestas. A situação é desumana, principalmente em um setor que estão internadas as crianças, pacientes mais vulneráveis. Só não levo ele para se tratar em casa porque a internação é essencial, mas nessas condições ele corre o risco de ficar ainda mais doente”.

Confira o vídeo:

Confira a nota do HRMS:

“O HRMS (Hospital Regional de Mato Grosso do Sul) informa que já foi licitada, por meio da AGESUL (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos), a obra de reforma da enfermaria pediátrica e da Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica do hospital.

É importante destacar que o hospital possui canais específicos para dúvidas ou reclamações, sendo eles o Serviço de Atendimento ao Cliente (SAC), e Ouvidoria.

Por fim, o hospital reforça o compromisso com a excelência no atendimento prestado à população dispondo de uma equipe médica e assistencial altamente qualificada. Este empenho contínuo nos classifica como referência no tratamento de diversas patologias.”

*Matéria editada às 14h54 para acréscimo de posicionamento