O Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) renovou o alerta de baixa umidade relativa do ar para 36 cidades de Mato Grosso do Sul. Nesta terça-feira (18) a previsão é de índice entre 20 e 30%, com risco à saúde e incêndios florestais. Contudo, a estiagem perdura há mais de 20 dias, com risco de completar o mês de junho sem chuvas consideráveis.

Conforme o Cemtec (Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima), uma massa de ar impede a passagem de uma frente fria, inibindo a formação de nuvens e chuva.

As cidades sob alerta são: Água Clara, Alcinópolis, Anaurilândia, Aparecida do Taboado, Aquidauana, Bandeirantes, Bataguassu, Brasilândia, Camapuã, Campo Grande, Cassilândia, Chapadão do Sul, Corguinho, Corumbá, Costa Rica, Coxim, Dois Irmãos do Buriti, Figueirão, Inocência, Jaraguari, Nova Alvorada do Sul, Nova Andradina, Paraíso das Águas, Paranaíba, Pedro Gomes, Ribas do Rio Pardo, Rio Negro, Rio Verde de Mato Grosso, Rochedo, Santa Rita do Pardo, São Gabriel do Oeste, Selvíria, Sidrolândia, Sonora, Terenos e Três Lagoas.

Portanto, a principal recomendação nesse período é manter a hidratação, ingerir bastante água, umidificar o ambiente e evitar exposição ao sol em horários mais quentes.

inmet sem chuvas
Massa de ar seco atua no Estado (Inmet)

Sem chuvas

O informativo sobre a tendência meteorológica divulgada pelo Cemtec indica que até o dia 25 de junho pode chover de 5 a 20 milímetros ao sudoeste e sudeste do Estado. Entretanto, não houve registros.

Já no segundo período, entre 25 de junho e 3 de julho, há previsão de chuvas entre 10 e 50 mm, principalmente nas regiões sul, sudeste e leste.