São 5 horas, o sol ainda não saiu, uma chuva cai lá fora, faz 7ºC e você precisa encarar o banheiro frio antes de ir trabalhar. Essa foi a realidade da maioria da população de Campo Grande e boa parte de Mato Grosso do Sul na manhã desta terça-feira (9) e, até o fim de semana, as condições de tempo devem continuar semelhantes.

A maioria dos banheiros em Mato Grosso do Sul são feitos com revestimentos frios como cerâmica, azulejo e porcelanato. Isso se deve muito pelas condições típicas do clima do Estado, onde faz calor na maior parte do ano.

Com as baixas temperaturas nesta semana, muita gente abusa das desculpas para dar aquela escapadinha do banho.

Diante desse cenário, a reportagem do Midiamax fez uma seleção de mudanças que podem ser realizadas no ambiente, sem a necessidade de uma obra, para que pelo menos o banheiro de sua casa fique um pouco mais quentinho.

Decoração

Foto: Pixabay

Uma das alternativas é investir na decoração. Velas, kits de tapetes felpudos, e lâmpadas quentes são algumas opções mais acessíveis para deixar o ambiente um pouco mais aconchegante.

A exemplo das velas, elas podem proporcionar sensação de relaxamento, com aromas diversos, enquanto também aquecem o ambiente. Já as lâmpadas quentes são facilmente encontradas em lojas de material de construção e supermercados, assim como os tapetes.

Quanto aos tapetes, quanto maior, melhor. Além de o tecido deixar o piso mais aquecido, as dimensões maiores ajudam a diminuir o contato entre os pés e o piso.

O uso de cores quentes, como o laranja e o vermelho, nos tapetes, toalhas, cortinas e outros acessórios também podem auxiliar na melhora da sensação térmica.

Aquecedores

Aquecedores (Foto: Ana Laura Menegat/Midiamax)

Outra opção é investir em um aquecedor portátil que, inclusive, poderá ser levado para outros ambientes da casa.

Atualmente, ha opções acessíveis no mercado, com preços a partir de R$ 80 em alguns e-commerces. Por ser um ambiente pequeno, não há necessidade de muita preocupação com o aumento expressivo do consumo de energia.

Chuveiro quente

Foto: Arquivo/Midiamax

Mais uma alternativa está em se programas e ligar o chuveiro um pouco antes de entrar no banho, para o mormaço aquecer o ambiente e deixe o momento do banho um pouco mais confortável.

Os chuveiros elétricos são os mais utilizados no Brasil. O país é pioneiro nesse modelo de chuveiro e, por isso, é possível encontrar no mercado opções com valores mais acessíveis até os mais caros, com design arrojado.

Seja qual modelo escolher – ducha, slim, ou oval – a maioria possui sistema de aquecimento eficaz, multitemperatura e fácil manuseio na instalação, o que possibilita deixar a hora do banho mais prazerosa.

Para quem fará obra

Foto: Redes sociais

Por outro lado, se você está em fase de construção e reforma, ou está planejando alguma mudança maior pensando em adequar o ambiente para o frio, há outras dicas.

Entre elas, investir em um toalheiro térmico, para que suas toalhas estejam sempre bem secas e quentinhas para a hora de se secar. Atualmente, o investimento em toalheiros como esse não são absurdos.

É possível instalar o toalheiro na parede, como se fosse um pendurador comum. No geral, se ligado o dia inteiro, o consumo de energia será como o de uma lâmpada comum. 

O piso térmico também é uma opção, mas um pouco mais cara e para quem construirá o banheiro do zero. Trocar o piso frio por vinílico é outra solução, mas fora da área molhada.

💬 Receba notícias antes de todo mundo

Seja o primeiro a saber de tudo o que acontece nas cidades de Mato Grosso do Sul. São notícias em tempo real com informações detalhadas dos casos policiais, tempo em MS, trânsito, vagas de emprego e concursos, direitos do consumidor. Além disso, você fica por dentro das últimas novidades sobre política, transparência e escândalos.
📢 Participe da nossa comunidade no WhatsApp e acompanhe a cobertura jornalística mais completa e mais rápida de Mato Grosso do Sul.