O CBMMS (Corpo de Bombeiros Militares de Mato Grosso do Sul) recebe neste domingo (23) o reforço de mais dois helicópteros e uma aeronave Air-Tractor para combater as queimadas que assolam o Pantanal.

Ao todo, foram utilizadas duas aeronaves Air Tractor, 2 helicópteros e 7 caminhões de combate a incêndio, além de dezenas de camionetes equipadas com kit pick-up, mochilas costais, sopradores e equipamentos de proteção individual.

Nas regiões onde os focos foram extintos, permanece monitoramento constante, com uso de Drones e pela Sala de Situações em Campo Grande. Os bombeiros militares destinados nas missões foram enviados sem previsão para retorno.

As aeronaves de grande porte do Exército serão utilizadas para transporte das tropas. Além disso, o Governo Estadual fala em uma sinalização positiva quanto à vinda de 50 homens da Força Nacional para ajudar no combate.

Outras medidas também devem ser tomadas em breve, como a contratação junto ao Imasul (Instituto do Meio Ambiente do MS) de horas emergenciais para alocar o maior número de aeronaves disponíveis no Pantanal.

São 1.729 focos de incêndios em junho no Mato Grosso do Sul. Desde janeiro de 2024, pesquisadores alertam para o período de estiagem no Pantanal, mas o fogo chegou antes do que as equipes de combate esperavam.