Após quase 10 dias de incêndio, a chuva auxiliou na extinção de focos na Serra do Amolar, de Corumbá, cidade a 425 quilômetros de Campo Grande. Equipes do Corpo de retornam à base.

O Subtenente dos bombeiros, Edmalso, explica que a região é montanhosa e a havia um único foco de incêndio neste sábado (10), que foi apagado quando a chegada da chuva.

“Neste momento, o tempo está nublado e sem registro de fumaça ou focos de incêndio na área. O período de focos de incêndio crítico aconteceu no final de semana passado, quando foram utilizadas 2 aeronaves da corporação, sendo um avião Air Trator para lançamento de água e avião Baron para transporte de pessoal, e um helicóptero na Serra do Amolar para as ações de combate a incêndio florestal”.

Na terça-feira (6), as aeronaves retornaram para Campo Grande, pois haviam restado apenas pontos enfumaçados na região. A guarnição dos bombeiros estava realizando trabalho de monitoramento de pontos de fumaça em alguns locais de difícil acesso e trabalho de rescaldo para garantir que os focos não ressurgissem.

Ainda conforme a equipe, os militares percorreram a pé e com embarcação áreas tentando combate direto e realizando monitoramento com uso de drone. Desde o início da é feita a vigilância de eventuais focos de incêndio através de imagens de satélites.