Terreno na Rua Henrique Barbosa tem incomodado quem mora ou passa pela região do Conjunto União, em Campo Grande. Tomado por lixo de todo o tipo, o local fica a poucas quadras de um dos cinco ecopontos espalhados pela cidade e criados justamente para que moradores tenham lugar apropriado para o descarte de resíduos.

“A Prefeitura sempre limpa, mas eles acabam de limpar e praticamente no outro dia tem gente jogando lixo, o problema é que agora está muito. Na região tem o ecoponto que é justamente para isso, mas o pessoal prefere deixar na rua”, comenta morador que preferiu não ser identificado. 

Para piorar a situação, um córrego passa a poucos metros da área onde o lixo está. “Fica bem próximo e córrego que já está quase todo poluído por causa disso”, completa. 

Em imagens enviadas pelo leitor é possível ver extensa área com lixo acumulado às margens da rua. Além de restos de poda de árvores, construção e móveis, o terreno acumula pneus e recipientes propícios para o acúmulo de água parada, ambiente ideal para a proliferação do mosquito-da-dengue. 

“O pessoal não tem o mínimo de cuidado e acredito que também falta fiscalização. Apesar de ter a limpeza, falta conscientização, zelo, respeito pelo bairro e pela natureza. Está muito feio e quando está seco o pessoal ainda coloca fogo, é lastimável”, finaliza. 

Pela regra, o descarte irregular em locais proibidos pode render autuação na esfera administrativa, pelo Município, como na área penal, por crime ambiental.  

Conforme o Código de Polícia Administrativa, previsto na Lei 2909/92, a multa para quem joga lixo em área proibida varia entre R$ 2.478,50 e R$ 9.914,00 e é aplicada pela Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano). 

Cabe também à Semadur notificar proprietários de terrenos particulares para fazer a limpeza dos espaços. Já em áreas públicas, o Município é responsável pela manutenção e fiscalização. 

O Jornal Midiamax questionou a Prefeitura sobre a situação e aguarda retorno.

Clique aqui e confira o endereço dos Ecopontos de Campo Grande .