VÍDEO: em mais uma briga em escola, alunas rolam no chão e colegas incentivam agressões

Alunas trocam agressões e colegas incentivam a briga
| 07/04/2022
- 09:15
VÍDEO: em mais uma briga em escola, alunas rolam no chão e colegas incentivam agressões
Alunas brigaram em escola e colegas incentivaram agressões. (Foto: Reprodução/Leitor Midiamax)

Mais um vídeo de briga em escola circula nas redes sociais. Desta vez, a briga envolve duas alunas da Escola Estadual Padre José Scampini, no bairro Coophavila II, em Campo Grande.  

Pelas imagens enviadas ao Jornal Midiamax é possível ver parte da briga. As duas alunas estão no chão, e uma delas dá socos e bate a cabeça da outra no piso. Durante o do vídeo, ninguém separa a briga e os colegas ainda incentivam as agressões. 

No mês de março, pelo menos duas brigas entre alunos de escolas públicas viralizaram nas redes sociais. No dia 16 de março, o Jornal Midiamax noticiou um vídeo que circulava nas redes sociais mostrando uma briga generalizada entre alunos da Escola Estadual Professora Alice Nunes Zampiere, em Campo Grande.

As imagens mostravam alunos trocando socos e chutes durante o intervalo. Estudantes afirmaram que a confusão só parou após um professor intervir, até mesmo a PM (Polícia Militar) teria sido acionada para realizar rondas no horário de saída dos estudantes.

No mesmo dia, outra briga entre alunos de uma escola em Campo Grande, ganhou as redes sociais e deixou pais de alunos revoltados com a situação. A confusão aconteceu em frente a uma escola municipal na Vila Nasser.

Pelas imagens é possível ver quando um aluno que estava indo em direção à entrada da escola acaba surpreendido e agredido com socos por outro aluno. O agressor ainda é incentivado a bater mais na vítima, que leva as mãos ao pescoço e barriga após as agressões. Várias pessoas assistem às agressões e não fazem nada.

O que diz a SED

A SED (Secretaria Estadual de Educação) informou que, em casos como este, seguindo o protocolo da , os pais dos estudantes são comunicados do ocorrido para que se desloquem até a unidade escolar. Neste ponto, a direção da escola relata o fato observado e detalha as medidas que podem ser tomadas, primando - sempre - pelo bom ambiente de convivência entre os alunos.

Para coibir situações que envolvam agressões por parte dos estudantes, em especial no ambiente escolar, a Secretaria de Estado de Educação (SED), por intermédio da Coordenadoria de Psicologia Educacional (Coped), trabalha com uma série de ações, realizadas em parceria com as unidades escolares da Rede Estadual de Ensino (REE), com o objetivo de desenvolver um trabalho coletivo e integrado promovendo e priorizando a aprendizagem e o desenvolvimento das potencialidades dos estudantes, orientando alunos e profissionais da REE e oferecendo suporte a fim de complementar o trabalho realizado pela equipe educacional.

Entre as ações, está a disponibilização de cartilhas voltadas para orientação dos gestores e equipes escolares sobre bullying, apoio aos gestores escolares na identificação de situações de vulnerabilidade, promoção de espaços para diálogo entre estudantes e profissionais das escolas da REE, entre outras. 
Para saber mais sobre esse trabalho e ter acesso às cartilhas, acesse a página: https://www.sed.ms.gov.br/psicologiaeducacional/

(Matéria editada às 10h10 para acréscimo do posicionamento da SED).

WhatsApp: fale com os jornalistas do Midiamax

O leitor enviou as imagens ao WhatsApp do Jornal Midiamax no número (67) 99207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem com os jornalistas. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total sigilo garantido pela lei.

Veja também

A PMA (Polícia Militar Ambiental de São Gabriel do Oeste captura serpente em ferro velho...

Últimas notícias