Velório de menino atropelado por caminhoneiro bêbado é marcado por tristeza e ‘sede de justiça’ em MS

A mãe do garoto segue em estado de choque
| 19/07/2022
- 11:52
Velório
Foto: Marcos Morandi

Uma soma de tristeza e sede de justiça, marcaram o velório do pequeno Luis Vital Parusche, de 5 anos. O ‘último adeus’ ao garoto acontece nesta terça-feira (19), em um salão paroquial de Piraporã, distrito de Itaporã, município distante aproximadamente 230 quilômetros de Campo Grande.

Luis completou 5 anos no último dia 1 deste mês e foi atropelado por um caminhão nesta segunda-feira (18), na cidade de Rio Brilhante, distante 163 quilômetros da Capital. O condutor do veículo estaria embriagado.

Muito abalado, o pai do menino, Valmir Viana dos Santos de 41 anos, explica que ainda tenta entender o que aconteceu com o filho. Buscando forças para se manter em pé e ao mesmo tempo ajudar a que segue em estado de choque, Santos quer que a justiça seja feita.

marcos - Velório de menino atropelado por caminhoneiro bêbado é marcado por tristeza e ‘sede de justiça’ em MS

“É uma situação muito difícil. Uma criança que gostava de fazer de tudo e achávamos que ele estava em um lugar seguro. Um homem alcoolizado tirou a vida do meu filho, uma criança cheia de vida. É uma tristeza muito grande”, lamentou o pai.

Familiares contaram que Luis estava brincando com o irmão, de 11 anos, enquanto ambos aguardavam o almoço ficar pronto. O garoto mais velho presenciou a cena e chegou a dizer para a família que precisou correr para também não ser atropelado.

O atropelamento aconteceu na cidade de Rio Brilhante, onde a família residia 1.998, mas os pais da criança acharam melhor realizar o velório próximo a parentes que residem no distrito.

O enterro do garoto está previsto para acontecer ainda nesta terça-feira (19), no cemitério do mesmo distrito do velório.

Motorista preso

O caminhoneiro de 25 anos vai responder por homicídio doloso. Segundo o delegado Alexandre Neves, titular da Delegacia de Rio Brilhante, a informação inicial que chegou até a Polícia Civil era de que o condutor teria atropelado o menino e também quase atropelado o irmão, que brincava ao lado dele. Depois, o motorista fugiu sem prestar qualquer socorro.

O homem de 25 anos acabou localizado pela Polícia Militar logo depois, com sinais de embriaguez. Ele passou pelo teste de bafômetro, que constatou a alteração na capacidade psicomotora. O Midiamax apurou que o resultado teria sido superior a 0,80 mg/l.

Equipe da Polícia Civil foi até o local do acidente e testemunhas confirmaram a manobra feita pelo caminhão, que atingiu a criança em cima da calçada onde brincava com o irmão. Conforme o delegado, o caminhoneiro assumiu o risco de provocar o resultado morte da vítima fatal, além de assumir também o risco de provocar a morte do irmão da vítima.

Com isso, o rapaz foi autuado em flagrante por homicídio doloso qualificado e tentativa de homicídio. “A Polícia Civil manifesta os mais sinceros sentimentos aos familiares da vítima e se compromete em dedicar-se com afinco para a realização de justiça”, diz nota da polícia.

Mãe do menino ficou em estado de choque

Após o acidente, a mãe do menino ficou em estado de choque, assim como o irmão da criança. Ela abraçava o filho, já sem vida, e precisou ser levada ao pelo Corpo de Bombeiros, abraçada ao corpo da criança.

O irmão da vítima, que quase foi atropelado pelo caminhão, também ficou bastante abalado com o ocorrido.

Veja também

Ninguém acertou o concurso 2.509 da Mega-Sena que poderá pagar R$ 27 milhões no próximo...

Últimas notícias