Sem luz à noite, moradores ficam sem atividades no Parque Ayrton Senna

| 13/04/2022
- 07:53
Sem luz à noite, moradores ficam sem atividades no Parque Ayrton Senna
Parque com o portão de entrada fechado. (Foto: Leitor Midiamax)

Após danos na fiação elétrica, o Parque Ayrton Senna está há mais de uma semana sem atividades durante o horário noturno. A escuridão é motivo de reclamação dos moradores da região do bairro Aero Rancho, que estão impedidos de realizar atividades físicas à noite.

Dêga Nabhan, presidente da Associação de Moradores do Conjunto Habitacional Aero Rancho Setor 6 e do Conselho Regional da Região Urbana do Anhanduizinho, disse que das 19h às 22h, costumava se reunir com várias pessoas para atividades de lazer, entretanto, devido à insegurança, o parque fecha os portões ao escurecer.

“É uma falta de respeito com os moradores. Lá dentro tem uma base da Guarda Civil Metropolitana. O Aero Rancho tem mais de 45 mil moradores”, questiona.

Uma professora, de 33 anos, que preferiu não se identificar, disse que as oficinas realizadas pela (Fundação Municipal de Esporte), estão suspensas desde o início do mês. “Temos um grupo de mulheres que fazem atividades como zumba e funcional. Todas prejudicadas por causa disso”.

Escuridão de uma das pistas durante a noite.
Escuridão de uma das pistas. (Foto: Leitor Midiamax)

O diretor-presidente da Funesp, Odair Serrano, informou que a fundação tem acompanhado o processo de manutenção diariamente. “Houve um rompimento e problema no transformador da rua que também danificou a nossa estrutura interna, queimou toda a fiação elétrica. Foi arrumado, mas o problema retornou. Uma equipe da Sisep (Secretaria Municipal De Infraestrutura e Serviços Públicos) e da Energisa estão empenhadas”, explica.

Ainda segundo ele, por enquanto, não há previsão para o retorno das aulas, mas serão retomadas assim que o serviço de elétrica for restabelecido.

WhatsApp: fale com os jornalistas do Midiamax

O leitor enviou as imagens ao WhatsApp do Jornal Midiamax no número (67) 99207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem com os jornalistas. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total sigilo garantido pela lei.

Veja também

Últimas notícias