Restaurante é notificado por negar atendimento preferencial para menina autista em Campo Grande

Mãe foi informada que o local não possuía atendimento preferencial e acionou o Procon-MS
| 08/02/2022
- 13:51
Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa - (Foto: Reprodução)

Um tradicional restaurante italiano de Campo Grande foi notificado pelo Procon-MS (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor) por falta de adequações no atendimento preferencial. O estabelecimento possui um prazo de 20 dias para que as exigências sejam cumpridas.

De acordo com o órgão, a fiscalização foi realizada após a denúncia de uma consumidora. A cliente foi ao restaurante com sua filha, que possui TEA (Transtorno do Espectro Autista), e percebeu a falta de uma fila para atendimento preferencial.

Ao questionar a direção do local, foi informada que não havia atendimento preferencial no restaurante. Os fiscais do realizavam vistoria no estabelecimento, onde foi constatada a falta de placas ou cartazes informando sobre o atendimento prioritário.

Diante do descumprimento da lei, foi dado o prazo de 20 dias para o estabelecimento fazer a regularização necessária.

 

Veja também

Trechos serão liberados entre terça e quarta

Últimas notícias