Regularização do Simples Nacional tem prazo ampliado para 31 de março

Já o prazo para adesão ao sistema tributário diferenciado permanece até 31 de janeiro
| 27/01/2022
- 14:58
Regularização do Simples Nacional tem prazo ampliado para 31 de março
(Foto: Divulgação)

O CGSN (Comitê Gestor do Simples Nacional) decidiu, na última sexta-feira (21), ampliar o prazo para a regularização para o dia 31 de março. Pela regra anterior, o prazo se encerraria no último dia útil desse mês.

Dados da revelam que 1,8 milhão de empresas estão inscritas na dívida ativa da União por débitos do Simples Nacional, das quais 160 mil são microempreendedores individuais (MEI). O valor total dos débitos do Simples Nacional inscritos na dívida ativa da União é de R$ 137,2 bilhões.

Para as empresas que estão inscritas na Dívida Ativa, a PGFN (Procuradoria Geral da Nacional) publicou, na terça-feira (11), a Portaria 214/2022, que instituiu o Programa de Regularização Fiscal de Débitos do Simples Nacional inscritos em dívida ativada União até 31/01/2022. O prazo para adesão ao novo Programa de Regularização Fiscal de Débitos do Simples Nacional, criado pela portaria 214/2022, termina no próximo dia 31 de março.

O Programa de Regularização Fiscal de Débitos permite ao MEI e à MPE optante do Simples Nacional, que foram afetadas pela pandemia, melhores condições de desconto e parcelamento, como entrada de 1% do valor total do débito, dividido em até oito meses. O restante pode ser parcelado em até 137 meses, sendo cada parcela determinada pelo maior valor entre 1% da receita bruta do mês imediatamente anterior e o valor correspondente à divisão do valor consolidado pela quantidade de prestações solicitadas.

Mais informações estão disponíveis no Portal do Sebrae ou no do Simples Nacional, ou pela Central de Relacionamento do Sebrae, pelo 0800 570 0800.

Veja também

Ao todo, são 442 vagas para o aprendizado de instrumentos variados e técnica vocal.

Últimas notícias