Professores protestam contra ‘mil dias’ de intervenção na UFGD

Governo Federal não nomeou professor eleito em 2019
| 07/03/2022
- 11:28
Manifestação inclui ato em frente à Reitoria na quarta-feira
Manifestação inclui ato em frente à Reitoria na quarta-feira - Divulgação

Um grupo de ligados à Aduf/UFGD (Associação dos Docentes da Universidade Federal da Grande Dourados) organizam protestos nesta segunda-feira (7) contra a intervenção na instituição de ensino, que neste domingo (6) completou ‘mil dias’.

As manifestações começaram no final de semana com publicações de notas nas redes sociais da Aduf. A entidade não aceita o fato do não ter dado posse ao professor Etienne Biasotto, que foi eleito pelo colégio eleitoral e também pela comunidade acadêmica em 2019.

Nesta segunda-feira (7), foi organizada uma concentração, com panfletagens, na biblioteca da UFGD. Também estão programadas exposições de cartazes em todos os blocos da instituição. Os professores ainda anunciaram que irão às ruas nesta terça-feira (8) e prometeram um ato em frente à reitoria na próxima quarta-feira (9).

Veja também

Plataforma Agetran + Digital já emitiu 276 credenciais para idoso de maneira on-line em um...

Últimas notícias