Cotidiano

Primeiras semanas de 2022 já registram 8 casos confirmados de dengue em MS

Casos suspeitos somam 91 e a maior incidência é no interior

Karina Campos Publicado em 13/01/2022, às 10h50

None
(Foto: Reprodução/Arquivo Midiamax)

As primeiras semanas de 2022 em Mato Grosso do Sul já registram 91 casos suspeitos de dengue, sendo 8 confirmados, conforme o boletim epidemiológico publicado pela SES (Secretaria de Estado de Saúde), nesta quarta-feira (12). A maior incidência foi registrada em municípios do interior.

O panorama da doença aponta que Douradinha, Japorã, Caracol, Água Clara e São Gabriel do Oeste lideram o ranking com mais casos suspeitos investigados pelas secretarias municipais de saúde. O número leva em consideração um caso por 100 mil habitantes.

Já para os casos confirmados, Japorã soma 4 casos, Campo Grande (1), Caracol (1), Chapadão do Sul (1), Dourados (1) e Rio Negro (1). Embora o crescente registro, nenhum óbito ainda foi registrado no Estado.

Sintomas

Durante o período de defervescência da dengue, além de febre, o paciente pode apresentar os sintomas:

  • Dor abdominal intensa e contínua ou dor à palpação do abdômen;
  • Vômitos persistentes;
  • Acumulação de líquidos (ascites, derrame pleural, pericárdio);
  • Sangramento de mucosas;
  • Letargia ou irritabilidade;
  • Hipotensão postural (é a diminuição súbita da pressão arterial ao se
    levantar de uma posição deitada ou sentada, principalmente quando de
    maneira brusca);
  • Hepatomegalia maior do que 2 cm;
  • Aumento progressivo do hematócrito.

Em casos de suspeitas, os moradores devem procurar uma unidade de saúde mais próxima. 

Jornal Midiamax