Primeira captação de órgãos em 2022 beneficia pacientes do RS e Campo Grande

Doadora de 54 anos sofreu um ACVH que evoluiu para morte encefálica
| 16/02/2022
- 22:30
Primeira captação de órgãos em 2022 beneficia pacientes do RS e Campo Grande
Foto: Divulgação/ Santa Casa

A Santa Casa realizou na terça-feira (15) a primeira captação de órgãos de 2022 e beneficiou com um rim cada, um paciente do e outro de Campo Grande. 

Segundo a Santa Casa, todo o processo de doação de órgãos começa a partir da confirmação da morte encefálica, quando o cérebro deixa de funcionar, depois de uma série de exames clínicos e de imagem que atestam a inatividade cerebral.

A partor daí, após a autorização da doação pela família, a OPO (Organização de Procura de Órgãos) inicia uma força tarefa em busca por receptores. Um dos rins foi transplantado nesta manhã de quarta-feira (16) pela equipe do Serviço de Urologia do .

O hospital reiterou que a ação só foi possível a partir da atitude altruísta da família da doadora de 54 anos que sofreu um ACVH (Acidente Vascular Cerebral Hemorrágico) que evoluiu para morte encefálica.

O outro rim doado foi encaminhado para o RS em vôo comercial. E todo esse processo também foi conduzido pela CET (Central Estadual de Transplante).

Veja também

Trabalhadores devem passar por cursos de capacitação, como de higiene na capacitação da produção

Últimas notícias