Marquinhos aguarda 'entendimento' com professores após proposta de reajuste

Se optarem pela paralisação, profissionais vão desrespeitar pais e crianças das escolas municipais
| 25/02/2022
- 13:31
Prefeito de Campo Grande
Prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad, durante agenda nesta sexta-feira (25). - (Foto: Marcos Ermínio, Jornal Midiamax)

Nesta sexta-feira (25), o prefeito de Campo Grande, (PSD), comentou que espera entendimento com os professores, a respeito do reajuste salarial da categoria. Com a nova proposta sendo analisada, caso a resposta seja negativa e a opção seja pela paralisação, o chefe do Executivo municipal pontua que a postura será desrespeito com os pais e as crianças.

“Eles exigem o piso e não querem compreender que passamos por dois anos de pandemia”. Os alunos da Reme (Rede Municipal de Ensino) voltam às salas de aula em 3 de março, de forma 100% presencial.

Após manifestação na frente da na quinta-feira (25), grupo de professores se reuniu com Marquinhos. Na ocasião, foi oferecido pagamento de 10,06% da correção do piso salarial dividida em duas partes ainda em 2022 — que foi sancionado nesta manhã —, além do pagamento de 20,78% da correção em duas parcelas no próximo ano.

Os valores não agradariam, a princípio, a categoria, que pede o pagamento dos 20,78% da correção neste ano, conforme documento enviado para o município. Contudo, uma resposta concreta dos professores deve sair depois do carnaval.

Veja também

Feira de atendimento acontece na próxima quarta-feira (29), na Avenida Fábio Zahran

Últimas notícias