Por medo que curso seja extinto, alunos de letras da UFMS protestam contra suspensão de novas matrículas

Entrada de novos calouros está suspensa desde 2020
| 06/08/2022
- 08:28
Por medo que curso seja extinto, alunos de letras da UFMS protestam contra suspensão de novas matrículas
Estudantes protestaram dentro da universidade. (Foto: Divulgação)

Alunos do curso de letras da UFMS-CPAN (Universidade Federal de Câmpus do Pantanal), em Corumbá, a 417 quilômetros de Campo Grande, realizaram, nesta sexta-feira (5), uma manifestação contra a da entrada de novos calouros, vigente desde 2020.

Na quinta-feira (4), em reunião extraordinária, foi decidido manter a suspensão até 2024.

A mobilização de cerca de 25 estudantes foi realizada no câmpus da universidade e, de acordo com Antônio Matos, do movimento estudantil, o grupo não conseguiu contato com a reitoria na ocasião.

“Essa decisão ocorre desde 2020, então nesses dois anos não foi resolvido, só mais mais pessoas saíram. Essa decisão pode levar a futura extinção do curso”, teme o estudante.

Como noticiado anteriormente pelo Midiamax, o curso, em que já não ingressam calouros há dois anos, enfrenta novos problemas. A falta de docentes no quadro de professores e a não obrigatoriedade da oferta da disciplina de espanhol nas escolas obriga a repensar a estrutura do curso para oferecer com maior responsabilidade o ensino aos futuros alunos.

A reportagem entrou em contato com a UFMS, por e-mail, mas não obteve retorno. O espaço segue aberto para um posicionamento.

Veja também

No total, há 34,01 milhões de casos e 679.996 óbitos pela doença

Últimas notícias