Partiu carnaval: estradas, rodoviária e aeroporto de Campo Grande esperam aumento no fluxo

Projeção da Infraero indica mias voos do que em 2021 e rodoviária espera receber 8 mil passageiros
| 26/02/2022
- 11:00
Policial rodoviário durante fiscalização
Policial rodoviário durante fiscalização - (Foto: Divulgação / Polícia Militar de Mato Grosso do Sul)

O fluxo de pessoas nas rodovias do Estado, viajando de ônibus e no Internacional de Campo Grande deve aumentar substancialmente durante o feriado de Carnaval. O BPMRv (Batalhão de Polícia Militar Rodoviária), estima um aumento de 40% no tráfego de veículos.

De acordo com a Infraero (Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária), a estimativa de movimento para o – entre o período de 25 de fevereiro e 03 de março de 2022 – e de 149 voos e 19.612 passageiros.

O número é maior do que no carnaval do ano passado. Entre 12 e 18 de fevereiro de 2021, foram registrados 119 voos e 15.967 passageiros.

A projeção foi elaborada a partir dos dados de oferta de assentos informados pelas empresas aéreas, e comparou o estimado para 2022 com o Carnaval 2021, quando foi registrada redução nas atividades em função da pandemia do coronavírus.

img 1570 kGkscpQ - Partiu carnaval: estradas, rodoviária e aeroporto de Campo Grande esperam aumento no fluxo
Aeroporto de Campo Grande, ilustrativa (Foto: Henrique Arakaki / Jornal Midiamax)

 

Movimento na rodoviária

Entre a sexta-feira (25) de fevereiro e a quarta-feira (02) de cinzas em março – cerca de oito mil pessoas devem embarcar e desembarcar no Terminal Rodoviário de Campo Grande, tendo as cidades de Corumbá, Cuiabá, Aquidauana, Ponta Porã, São Paulo e Brasília como os destinos mais procurados. Caso seja necessário, ônibus extras serão disponibilizados para atender a demanda de passageiros.

'Operação Carnaval 2022' 

A Polícia Militar, através do Batalhão de Polícia Militar Rodoviária, iniciará a partir da próxima sexta-feira (25), nas Rodovias Estaduais de Mato Grosso do Sul, a 'Operação Carnaval 2022'.

A operação, que se estenderá até a quarta-feira (02) de março, possui os objetivos de Intensificar o policiamento preventivo e/ou repressivo nas rodovias e realizar ações de policiamento rodoviário nas estradas estaduais e vicinais de acesso aos municípios de abrangência, prevenindo e reprimindo crimes de trânsito, designando atenção especial àqueles relacionados à ingestão de bebidas alcóolicas, principalmente nos acessos a cidades turísticas, visando reduzir o número de acidentes, preservando a vida das pessoas.

O Batalhão de Polícia Militar Rodoviária – BPMRv atuará com as equipes das dez bases operacionais espalhadas pelas diferentes regiões do Estado de Mato Grosso do Sul, além do apoio de duas equipes do Tático Ostensivo Rodoviário – TOR, acrescidas de mais três equipes extras que estarão focadas no policiamento nos municípios com maior fluxo de turistas.

Polícia Rodoviária Federal

Polícia Rodoviária Federal (PRF) irá iniciar, nesta sexta-feira (25), a Operação Carnaval 2022 nas rodovias federais do Mato Grosso do Sul, que segue até a quarta-feira (2) com o objetivo de promover a segurança viária nos deslocamentos dos usuários pelas rodovias federais.

92732a62 0284 4dad 8554 42b0957232ec - Partiu carnaval: estradas, rodoviária e aeroporto de Campo Grande esperam aumento no fluxo
Posto da PRF em Campo Grande -MS (Foto: Divulgação / PRF)

 

Neste ano de 2022, muitos estados e municípios optaram por não promover festas durante o período, no entanto, a PRF irá manter o reforço de fiscalização, principalmente com foco na alcoolemia ao volante, com cerca de 40 etilômetros à disposição dos policiais no estado, as ultrapassagens indevidas e o não uso de dispositivos de segurança – cinto de segurança e transporte de crianças em dispositivo próprio. Em resumo, busca-se coibir as infrações mais comuns ou potencialmente perigosas para a segurança do trânsito.

No Mato Grosso do Sul, 500 PRFs distribuídos em  9 Delegacias e 23 Unidades Operacionais da PRF reforçam a fiscalização nos 4.078 quilômetros de rodovias federais, divididos nas onze BRs, 060, 158, 163, 262, 267, 359, 376, 419, 436, 463 e 487, que atravessam o estado, principalmente nos locais e horários onde os índices de criminalidade e acidentalidade têm mais incidência.

 

Veja também

Despesas totais do evento giram em torno de R$ 1 milhão

Últimas notícias