PMA, institutos e voluntários realizam o plantio de 500 mudas nativas em áreas queimadas no Pantanal

A ação tem como objetivo recompor parte da área queimada no ano de 2021
| 27/01/2022
- 18:41
As comunidades locais também fizeram parte do plantio e se comprometeram a cuidar das mudas.
As comunidades locais também fizeram parte do plantio e se comprometeram a cuidar das mudas. - Divulgação

A PMA (Polícia Militar Ambiental) de Corumbá, Instituto Acaia Pantanal, empresa Zanir Furtado e voluntários realizaram ação de educação ambiental e plantio de 500 mudas nativas em áreas queimadas no Pantanal, na manhã de quarta-feira (26). 

Durante a realização de uma expedição sobre educação ambiental e social, que ocorre anualmente nas escolas rurais do Pantanal, foi solicitado por alunos e ribeirinhos o plantio de mudas nativas para contribuir para a recomposição da vegetação de algumas áreas queimadas do Pantanal, especialmente, à margem de cursos d’água. 

[Colocar ALT]
Comunidades locais participaram da ação. (Foto: Divulgação/PMA)

Sendo assim, a PMA se deslocou do porto Limoeiro até a Jatobazinho, a 80 quilômetros de Corumbá pelo rio Paraguai, e em conjunto com funcionários da empresa Zanir Furtado, que também participou da doação de mudas, do instituto ACAIA, instituição que mantém a escola Jatobazinho, em parceria com a Prefeitura de Corumbá, e voluntários, em um total de 20 pessoas, plantaram 500 mudas de árvores nativas do Pantanal. As comunidades locais também fizeram parte do plantio e se comprometeram a cuidar das mudas. 

A ação tem como objetivo recompor parte da área queimada no ano de 2021, bem como contribuir para a manutenção do ambiente equilibrado. Além disso, o intuito também envolve despertar a sensibilidade ambiental na população, por meio da educação ambiental. 

 

 

Veja também

Incêndio começou após morador dormir com fogão ligado

Últimas notícias