PIS/PASEP: Caixa paga mais uma parcela do abono salarial nesta terça; confira

Pagamento segue apenas para setor privado. Confira calendário completo e valores
| 29/03/2022
- 07:58
PIS/PASEP: Caixa paga mais uma parcela do abono salarial nesta terça; confira
(Foto: Divulgação)

Está sendo pago nesta terça-feira (29), mais um lote do abono salarial do PIS/PASEP ano-base 2020. O banco público iniciou o pagamento em 8 de fevereiro e prosseguirá com a liberação até 31 de março, baseada no mês de nascimento do beneficiário.

O calendário de pagamento pelo Banco do Brasil do abono salarial para os trabalhadores do setor público já foi finalizado no último dia 24 de março. O pagamento para essa categoria começou a ser feito em 15 de fevereiro, com base no dígito final da inscrição do servidor.

O abono de até um salário mínimo é pago aos trabalhadores inscritos no PIS (Programa de Integração Social) ou no Pasep (Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público) há pelo menos cinco anos. Recebe o abono agora quem trabalhou formalmente por pelo menos 30 dias em 2020, com remuneração mensal média de até dois salários mínimos.

Mais de 1,6 milhão de pessoas são incluídas para receber até R$ 1,2 mil, saiba se está na lista

Trabalhadores da iniciativa privada — do PIS — que recebem pela Caixa Econômica Federal:

Mês de nascimentoData do pagamento
Janeiro  8 de fevereiro
Fevereiro10 de fevereiro
Março15 de fevereiro
Abril17 de fevereiro
Maio22 de fevereiro
Junho24 de fevereiro
Julho15 de março
Agosto17 de março
Setembro22 de março
Outubro24 de março
Novembro29 de março
Dezembro  31 de março

Trabalhadores do setor público — do PASEP — que recebem pelo :

Final da inscrição   Data do pagamento
015 de fevereiro
1  15 de fevereiro
217 de fevereiro
3  17 de fevereiro
422 de fevereiro
524 de fevereiro
615 de março
7  17 de março
8  22 de março
924 de março

Quem tem direito ao PIS/PASEP?

Os trabalhadores que exerceram atividade no ano de 2020 são os que podem receber até R$ 1,2 mil. Além disso, é necessário ter cumprido pelo menos 30 dias de trabalho no ano de referência. A quantidade de meses trabalhados determina o valor a ser recebido de abono, que varia de R$ 101 a R$ 1.212.

O benefício do PIS não é pago aos empregados domésticos. Isso porque o abono salarial exige vínculo empregatício com uma empresa, não com outra pessoa física. Jovens aprendizes também não têm direito.

Dessa forma, terão direito ao PIS-PASEP 2022 apenas quem se encaixa nos seguintes critérios:

  • Ter recebido por pelo menos 30 dias de trabalho em 2020.
  • Atuado com carteira assinada em 2020.
  • Ter recebido, em média, no máximo dois salários mínimos mensais em 2020.
  • Estar inscrito no PIS-Pasep há pelo menos 5 anos.
  • Que o seu empregador tenha atualizado seus dados na Rais (Relação Anual de Informações Sociais).

Saque do

Além do PIS, trabalhadores também terão direito, a partir de abril, a saques do FGTS.

O governo federal liberou o saque extraordinário de até R$ 1 mil do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço), que deve beneficiar cerca de 40 milhões de trabalhadores. O dinheiro poderá ser retirado a partir do dia 20 de abril, conforme calendário de aniversário dos beneficiários.

O cronograma prevê que os saques sejam liberados entre os dias 20 de abril (para nascidos em janeiro) e 15 de junho (nascidos em dezembro). Todos os grupos poderão sacar até dezembro. Confira as datas:

  • Nascidos em janeiro: 20 de abril
  • Nascidos em fevereiro: 30 de abril
  • Nascidos em março: 04 de maio
  • Nascidos em abril: 11 de maio
  • Nascidos em maio: 14 de maio
  • Nascidos em junho: 18 de maio
  • Nascidos em julho: 21 de abril
  • Nascidos em agosto: 25 de abril
  • Nascidos em setembro: 28 de abril
  • Nascidos em outubro: 1º de junho
  • Nascidos em novembro: 08 de junho
  • Nascidos em dezembro: 15 de junho

“O valor fixado como limite para o Saque Extraordinário não comprometerá financeiramente o FGTS e não reduzirá as operações de apoio aos setores de habitação, saneamento e infraestrutura”, disse o Ministério do Trabalho e Previdência em nota, ressaltando que o fluxo projetado permite a manutenção de reserva técnica exigida para o fundo.

A medida deve injetar até R$ 30 bilhões na economia e a estimativa é que cerca de 40 milhões de trabalhadores sejam beneficiados. Esta é a quarta vez que o governo federal recorre a saque extra do FGTS para estimular a economia.

Como consultar o saldo do FGTS?

A forma mais prática de verificar seus valores é por meio do aplicativo do FGTS, para isso basta seguir as etapas abaixo:

  • Baixe grátis o aplicativo FGTS no seu celular Android ou iOS;
  • Na tela inicial, selecione a opção “Primeiro Acesso”;
  • Leia o contrato e se concordar clique em “Aceitar”;
  • Informe o número do seu NIS e clique em “Continuar”;
  • Preencha o formulário com seus dados pessoais e clique em “Próximo”;
  • Crie uma senha e aperte em “Cadastrar”.

Veja também

Com greve de motoristas descartada, ônibus devem circular normalmente nesta quinta

Últimas notícias