Remake de ‘Pantanal’ já causa impacto de até 80% na procura por passeios em cidades da região

Profissionais do turismo em Miranda e Corumbá se preparam para aumento expressivo na demanda
| 11/04/2022
- 08:00
Pantanal
Comitiva Pantaneira, Ilustrativa (Foto: @visitmsoficial / Alexis Prappas)

Após o início das transmissões da ‘Novela Pantanal’, regravada pela Rede Globo, as belezas naturais do Mato Grosso do Sul passaram a ser amplamente difundidas para todo o Brasil. Nos municípios que abrigam a fauna e a flora retratada na obra televisiva, as agências de turismo já começaram a sentir os impactos positivos e esperam um crescimento significativo do setor.

Em Miranda (MS), a gerente de uma agência de viagens já sentiu a procura por orçamentos e informações aumentar significativamente. “Na primeira semana da novela no ar nós tivemos um aumento de 80% na procura por orçamento. Ela está aguçando a curiosidade das pessoas, que ligam perguntando sobre as opções na região. São pessoas que estão se programando e que daqui a dois meses nós vamos começar a ver muito”, disse Lidiane Andrade, de 36 anos.

No local, a preparação para o aumento repentino da demanda causou diversas mudanças na rotina. “Nós já estávamos preparados para esse aumento, começamos as mudanças há um ano. Estamos com uma sede maior e como mais atendentes. Até outras operadores e agências de turismo de outras cidades estão ligando para pegar informações”, disse ela.

Pantanal
Minicomitiva para turistas na fazenda (Foto: Divulgação / Consciência Ecológica Viagens e Turismo)

No município, eles oferecem o serviço de consultoria para quem procura o Pantanal de MS. “Recebemos o turista e os encaminhamos para os atrativos e pousadas pantaneiras. O turista viverá a tradição do homem pantaneiro. Será um dia de Juventino ou José Leôncio”, brincou. 

Como ficou Corumbá na primeira edição da novela?

Em Corumbá (MS), a proprietária de outra agência, Raquel Amaral Ribeiro, de 57 anos, testemunhou a explosão econômica do município na primeira edição da novela, e aguarda o mesmo com a regravação.

WhatsApp Image 2022 04 07 at 17.09.55 - Remake de ‘Pantanal’ já causa impacto de até 80% na procura por passeios em cidades da região
Barco hotel em Corumbá (Foto: Divulgação / Raquel Tur)

“Eu espero que tenha a mesma repercussão que aconteceu há cerca de 25 anos.  Foi um boom muito grande para o turismo, todos os restaurantes e hotéis ficaram lotados. Não havia mais camas, mas os turistas começaram a pôr colchões no chão dos quartos porque queriam conhecer o Pantanal de qualquer jeito. Hoje a estrutura está muito melhor e a expectativa é das melhores”, testemunhou.

Vivenciando o esplendor do Pantanal rotineiramente, ela sentiu uma diferença no perfil viajante do brasileiro. “Depois da pandemia, as pessoas estão valorizando muito o turismo interno. Acredito que agora as pessoas têm um pouco mais de consciência em relação à natureza e conservação. Será provavelmente um novo público, que irá procurar o turismo contemplativo do Pantanal”, detalhou.

A empresa oferece os serviços de ‘Barco Hotel’, pesca esportiva e passeios contemplativos.

Fomento de R$ 2 milhões

Ao Jornal Midiamax, o diretor-presidnete da Fundtur (Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul), Bruno Wendling, detalhou as estratégias que o Estado usará para aproveitar a divulgação maciça da telenovela e fomentar o turismo.

“Já estamos fazendo isso desde o ano passado, quando as gravações começaram e nós as divulgamos nas .  No começo desse ano, nós trouxemos a Giovanna Gold, atriz que fez a Zefa na primeira versão. Ficamos 15 dias no Pantanal e isso gerou vários vídeos promocionais da região para as redes sociais dela e do Estado. Vamos manter essa estratégia e trazer outros atores que fizeram a primeira versão”, detalhou o secretário.

Além disso, ele também pretende apostar nas feiras de turismo do país. “Estamos com um estande na WTM (World Travel Market) com destaque para o Pantanal, com a comunicação fazendo ganho com a novela”.

“Temos e feiras, nacionais e internacionais, ao longo do ano com o carro chefe para o Pantanal. Também estamos com ações de inteligência de mercado. Abrimos dois editais no valor total de R$ 2,1 milhões, para apoiar eventos e geradores de fluxo que movimentem o turismo, destinados para prefeituras ou organizações da Sociedade Civil sem fins lucrativos”, pontuou.  

Os editais 02/2022 e 03/2022 foram lançados no dia 25 de março. ClIQUE AQUI para conferir.

Veja também

Últimas notícias