Uma idosa de 67 anos ficou deitada em cima da própria urina durante horas na Santa Casa de Campo Grande, na terça-feira (22). Segundo relato do filho da paciente ao Jornal Midiamax, ele foi informado que a cama não foi higienizada por falta de lençóis na unidade de saúde.

“Eu cheguei ontem às 19h e minha mãe pediu para ir ao banheiro. Na hora que fui auxiliá-la, o lençol estava todo encharcado de urina”, disse Ricardo Toledo, filho e acompanhante da paciente, ao Jornal Midiamax.

Ricardo ainda relatou tamanho descaso, principalmente porque a mãe fez cirurgia de amputação de pé no Hospital Regional e foi transferida para a Santa Casa na última segunda-feira (21), onde permanece até hoje no aguardo de vaga para fazer angioplastia – tratamento não cirúrgico para aumentar o fluxo de sangue para o coração.

Cama com xixi Santa Casa
Cama com xixi na Santa Casa (Foto: Arquivo Pessoal)

O filho da paciente ainda ressalta que ela está com corte aberto com apenas um curativo, tomando medicações fortíssimas para combater uma bactéria fatal.

“Ela está com uma bactéria gasosa muito grave, fatal, e ela não pode ficar em condições assim, de desleixo, senão a bactéria pode retornar”, lamenta.

Ainda conforme o rapaz, outra paciente que ocupava leito ao lado de sua mãe também estava nas mesmas condições, ou seja, deitada no próprio xixi.

“Eu não estou culpando os profissionais da enfermagem por falta dos lençóis. Eu só fiquei indignado de ter visto a minha mãe naquela situação. Os próprios funcionários disseram que está em falta os enxovais no hospital, o que eu acho uma vergonha”.

Ricardo fez uma reclamação por escrito no SAC da Santa Casa e os lençóis foram trocados em seguida.

O Jornal Midiamax entrou em contato com a Santa Casa. Hospital disse que vai averiguar o caso e dará retorno em breve. Espaço continua aberto para posicionamentos. Ricardo também reclamou sobre a falta de limpeza dos banheiros.

O que diz a Santa Casa

O Jornal Midiamax entrou em contato com a Santa Casa para saber um posicionamento sobre o caso. Confira na íntegra a nota enviada:

“A Santa Casa de Campo Grande informa que a paciente em questão foi admitida dia 21/11/2022, encaminhada do HRMS, com amputação do membro inferior direito há 6 dias devido a gangrena pós-trauma no tornozelo. Paciente veio encaminhada devido a necessidade de revascularização.  

Assim que a equipe da Enfermagem foi acionada, foi feito todo o possível para que a troca do enxoval fosse feita o quanto antes. E realizado todo o acolhimento ao filho da paciente explicando que devido à alta demanda de pacientes, a Instituição está com baixo estoque de enxovais, e por conta dessa situação não é possível atender de prontidão todas as solicitações, pois se faz necessário o processo de higienização e desinfecção dos mesmos. 

Informamos que o hospital se encontra com baixo estoque de enxovais, porém já foi realizada a compra de 5.000 lençóis, equivalente a três trocas completas, e ainda temos a previsão para semana que vem, o recebimento de pelo menos 2.000 unidades, que equivale a mais que uma troca completa.

E em relação a limpeza do banheiro, é realizada diariamente a higienização em todos os andares, mas acionamos os fiscais do setor para verificar a reclamação.”