Nutricionista deixa atendimentos para empreender com canecas personalizadas em Campo Grande: ‘me sentia preso’

A criatividade associada ao empreendedorismo parece ter sido a principal saída encontrada para driblar a crise
| 06/04/2022
- 15:24
Nutricionista deixa atendimentos para empreender com canecas personalizadas em Campo Grande: ‘me sentia preso’
Foto: Reprodução/Cartoon Canecas

Cursar uma universidade, se formar e iniciar uma vida profissional pode ser o sonho de qualquer pessoa. No entanto, no decorrer do caminho, podem acontecer insatisfações ou mudanças de prioridades, fazendo o profissional repensar sobre sua função. Foi o que aconteceu com Celso Antônio de Oliveira Junior, 35 anos, que deixou a carreira de quase 12 anos como nutricionista para iniciar uma nova jornada no ramo do empreendedorismo com canecas personalizadas.

Ao Jornal Midiamax, Celso contou que a ideia das canecas surgiu como a oportunidade de uma ‘grana extra’ durante o início da pandemia em Campo Grande, lá em 2020. Mas acabou não indo para frente na ocasião por conta de tempo para administrar o negócio e conciliar com os atendimentos como nutricionista.

Mas agora em 2022 as coisas tomaram novos rumos e Celso criou coragem para mudar a vida profissional. “Eu sempre tive uma vontade de empreender, criar algo para vender. Diferente da minha que é funcionária pública e nunca quis arriscar muito. Na pandemia, como uma brincadeira, começamos a produzir as canecas para os nossos amigos, começamos a vender e tivemos um retorno interessante. E a coisa começou a fluir”, disse à reportagem.

Os pedidos de canecas personalizadas aconteceram durante o Dia dos Namorados, Dia dos Pais e algumas datas especiais para os clientes. Inclusive, para artistas de MS. Simultaneamente ao negócio das canecas, ele continuava trabalhando com os atendimentos nutricionais e foi aí que a coisa ‘começou a pegar’.

“Como as coisas estavam puxadas, eu parei com a personalização de canecas em 2020 mesmo”, disse o nutricionista, que optou pela estabilidade de um fixo.

Mas, com o casamento e os três filhos, ele percebeu que o então emprego estava tomando muito tempo. “Eu li uma vez que ‘o que te prende, não vem de Deus’ e eu me sentia preso. Eu saia de casa de madrugada no escuro e quando voltava já estava à noite. Eu não estava participando da vida dos meus filhos, em momentos que eu poderia ajudar mais a minha esposa. Isso me impulsionou a tentar algo novo”, disse.

E, neste ano, a ideia de retomar o trabalho com as canecas personalizadas retornou. Ele abriu um registro MEI (Microempreendedor Individual), largou a antiga profissão em fevereiro e investiu de vez na Cartoon Canecas.

Celso explica que se planejou financeiramente pelos próximos dois meses e, após isso, esperar conseguir suprir a vida econômica da família apenas com as vendas das canecas. “O lado bom é que eu participo mais da vida dos meus filhos e o lado ruim é que eu tenho que trabalhar para fazer parcerias para poder vender mais”, disse.

Há modelos de diversos tipos, de personagens de desenhos, com caricaturas, memes, de times de futebol e até squeezes personalizadas. As encomendas podem ser feitas no (67) 9 9635-8948.

Cresce número de MEIs em MS

A criatividade associada ao empreendedorismo parece ter sido a principal saída encontrada pelos sul-mato-grossenses para driblar a crise imposta pela pandemia de coronavírus.

Segundo dados do Sebrae MS levantados junto à Receita Federal, o Estado registrou de 1º de janeiro de 2021 até 30 de setembro, 31.709 MEIs (Microempreendedor Individual), número 18% maior que o mesmo período de 2020, que registrou 26.805 e 26% maior que em 2019, quando chegou a 25.084 MEIs abertos.

Para se ter uma ideia, o registro do ano inteiro de 2020 é pouco maior que o parcial de 2021, com 35.013, apenas 3.304 a mais. A mesma conta feita no comparativo com 2019, que teve 32.316 MEIs, revela menor distância, com apenas 607 registros a mais que 2021 até aqui.

Se formos mais longe, até 2018, os 31.709 MEIs de 2021 chegam a superar, e muito, os 26.059 do ano da última eleição presidencial.

Veja também

O deputado federal Dagoberto Nogueira (PSDB) informou nas redes sociais em relação ao falecimento de...

Últimas notícias