Nascente que já teve peixes é alvo de drenagem irregular em Campo Grande, denunciam moradores

Moradores relatam que a nascente existe há anos, e que a retirada da água por parte da empresa tem gerado degradação ambiental no local
| 02/07/2022
- 12:16
Nova Campo Grande, drenagem de água
Caminhão da empresa que está drenando a água (Foto: Leitor Midiamax)

Moradores do Bairro Nova Campo Grande denunciaram drenagem supostamente irregular de água em uma nascente da Rua 50, quase esquina com a Rua 55. Segundo quem mora na região, a área é uma nascente que já teve peixes e era possível até nadar, mas depois da intervenção de uma empresa de construção, o local estaria passando por intenso processo de degradação ambiental.

Uma idosa de 66 anos, que terá a sua identidade preservada, relatou que o lugar era reduto de animais silvestres e um atrativo para os moradores. “Era lindo, você via a água branquinha nascer do chão, você via peixes e dava para nadar. Mas agora estão acabando com a nossa mina”, disse ela.

Morando há 11 anos na região, ela viu o local se transformar. “Acabaram com a nossa mina, virou lama. Dá 6h da manhã e os caminhões estão aqui, e não é só um. Fica uma fila. Nem as capivarinhas vêm mais, optei por morar aqui pelo ar fresco do mato e os animais. Mas isso está desgostoso, estão acabando com a natureza. Meu filho cresceu aqui, liguei pra ele contando e ele também se chateou”, disse.

Nova Campo Grande, drenagem de água
Tubulação usada para drenar a água (Foto: Leitor Midiamax)  

Moradora da região há mais de 20 anos, uma mulher de 38 anos relatou que a movimentação é diária e acontece há vários meses. “Aqui é uma nascente, começa ali e vai descendo pela mata. Eles fazem isso desde quando começou o asfalto, tem mais de um ano. Eles vêm de 3 a 4 vezes no dia. É movimentação de caminhão-pipa o dia inteiro”, disse ela.

Prefeitura diz que é 'acúmulo de água da chuva'

O Jornal Midiamax solicitou esclarecimentos da (Prefeitura Municipal de Campo Grande), questionando se a empresa denunciada pelos moradores — a Artec Construtora S/A, responsável pelas obras de pavimentação na região — tem autorização para realizar a drenagem, se o local é uma área de preservação ambiental e qual seria a atitude do município em relação ao caso.

Em nota, a Sisep (Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos) informou que no local foi construído um dissipador de energia, uma estrutura para reduzir a velocidade da enxurrada antes de escoar para a rede de drenagem. O município diz que não há nascente na área, apenas o acúmulo de água da chuva, que quando a estiver pronta vai ser captada pela tubulação.

Nova Campo Grande, drenagem de água
Conforme biólogo, a vegetação no entorno é nativa e densa, deixando o local propício para brotar água (Foto: Leonardo de França / Jornal Midiamax)

O que diz o especialista

Analisando as imagens, o biólogo José Milton Longo explicou que o local é muito propício para formar um fluxo de água permanente. “Onde você tem uma massa arbórea densa é super propício para brotar água, principalmente em áreas onde tem nascente. Quando você restaura a vegetação em áreas de nascentes, a tendência é que a água volte a brotar. E nesse caso nem é restauração, é mata nativa”, explicou.

“Pelo jeito que [o local] está, faz tempo que existe. Então é permanente, com pouco fluxo de água, mas é permanente”, disse ele.

Questionada, a Águas Guariroba informou que serviços de drenagem em Campo Grande são de responsabilidade do município. A Águas Guariroba é encarregada dos serviços de manutenção, tratamento, abastecimento de água e manutenção, tratamento e implantação de esgoto da cidade. O direcionamento, estrutura da rede de drenagem de águas pluviais são de administração do município.

O Jornal Midiamax solicitou o posicionamento da Artec Construtora S/A via email, mas até a publicação desta matéria não obtivemos retorno. O espaço segue aberto para esclarecimento.

Veja também

Capacitação aconteceu nesta segunda-feira na Academia da Saúde da Praça Paraguaia

Últimas notícias