MS ultrapassa 5 mil casos de Covid e contabiliza 111 mortes de indígenas: ‘Acompanhando de perto’, diz secretário

Com avanço da vacinação, crianças indígenas também passaram a ser imunizadas, mas muitos ainda resistem
| 27/01/2022
- 19:38
MS ultrapassa 5 mil casos de Covid e contabiliza 111 mortes de indígenas: ‘Acompanhando de perto’, diz secretário
Foto: Conasems/Arquivo Pessoal

Mato Grosso do Sul ultrapassou 5 mil casos de covid e também contabiliza 111 mortes de indígenas. O secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, diz que está “acompanhando de perto” a questão, agora ainda mais com o avanço da vacinação infantil. Neste mês, com a chegada das primeiras doses da pediátrica ao Estado, parte foi destinada como prioridade para este público.

De acordo com o boletim epidemiológico do Dsei (Distrito Sanitário Especial Indígena), são ao todo 5.188 casos em aldeias indígenas e também na área urbana, com 35 pessoas em isolamento domiciliar no momento, 2 internadas em clínicos, porém, sem internações em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 5.040 pessoas recuperadas. 

"Nós temos cobrado sistematicamente do Dsei os dados e a aplicação das vacinas. As informações que temos hoje são de 37 casos ativos. A vacinação ainda continua sendo muito importante, mesmo com resistência em alguns polos. E agora estamos nesse patamar de vacinar as crianças indígenas. Ao que sei, 30% delas foram vacinadas. Temos como exemplo o município de Caarapó, por exemplo. Ao contrário, temos polos como de Porto Murtinho e Bodoquena, com 0% de vacinação, então, ainda estamos encontrando resistência nestes casos", avaliou Resende ao Jornal Midiamax

Ainda de acordo com a secretaria, no mês de dezembro de 2021 houve a notificação de 14 casos envolvendo indígenas. No mês seguinte, o número mais que dobrou: foram 37 casos notificados, sendo 6 em Amambai, 14 em Dourados, um em Miranda e mais 14 em Sidrolândia, contabilizando aumento de 164,28%.

Destas notificações, 2 estão internados em leitos clínicos e 35 estão em isolamento domiciliar neste momento. São ao todo 18.545 casos notificados de indígenas, sendo 13.357 descartados e um suspeito, aguardando o resultado do exame, conforme dados apurados até a noite dessa quarta-feira (26). 

Mortes

O município que mais contabilizou mortes de indígenas foi Aquidauana, com 36 casos. Em seguida, está Miranda com 26 casos, Dourados com 19, Sidrolândia com 10, Japorã com 7, Tacuru com 4, e Amambai com 3 casos em cada e Antônio João, Bodoquena e Caarapó com um caso em cada um dos municípios.

Veja também

Durante a tempestade, árvores caíram em várias regiões de Campo Grande

Últimas notícias