'Leva a gente o vento': diz campo-grandense sobre tempestade em Londres

Aline Neves relata que a cidade está parada devido a intensidade dos ventos
| 18/02/2022
- 21:57
Aline Neves aponta que
Aline Neves aponta que, após um tempo, o casal conseguiu pegar um táxi para voltar a Londres, onde estão hospedados. - Divulgação/Leitor Midiamax

Aline Neves, proprietária do restaurante Feijão Preto de Campo Grande, faz viagem a e fica presa em estação de trem devido a tempestade Eunice, nesta sexta-feira (18). 

A tempestade conta com ventos extremamente fortes e a campo-grandense relata que ela e seu marido sairam da estação de Paddington em Londres em direção ao interior, na cidade de Chippenham, e fizeram uma parada na Reading Station e desde então ficaram presos. "De lá a gente não saiu mais porque o vento estava muito forte e estava tudo parado. A gente ficou esperando lá até às cinco horas da tarde e conseguimos achar um táxi com muita dificuldade porque não estava funcionando nada, nem trem, metrô, ônibus, táxi porque em vários locais caíram as coisas e estava tudo fechado", descreve. 

Aline Neves aponta que, após um tempo, o casal conseguiu pegar um táxi para voltar a Londres, onde estão hospedados.

Confira o vídeo:

'Leva a gente o vento': diz campo-grandense sobre tempestade em Londres from Redação on Vimeo.

Tempestade Eunice

Serviço meteorológico da emitiu alerta vermelho em relação a tempestade devido a intensidade dos ventos. 

De acordo com dados do jornal G1, os ventos chegaram a 130 km/h em Londres, causando distúrbios nos pousos dos aviões, paralisando atividades como parques e roda gigante de London Eye. Além disso, uma morte foi registrada por conta de tempestade. 

Confira a visão do espaço:

Veja também

Nove indígenas foram para o hospital da região e outros não procuraram ajuda médica por medo

Últimas notícias