Inscrições para concurso internacional de Redação de Cartas de 2022 acabam em 7 dias

O prêmio para a escola e os alunos vencedores é de até R$ 10,5 mil e R$ 10 mil, respectivamente
| 11/03/2022
- 19:54
No Brasil
No Brasil, o concurso é promovido pelos Correios e ocorre em três fases: escolar, estadual e nacional. - Arquivo/Midiamax

O prazo para inscrições no concurso internacional de Redação de Cartas de 2022 se encerra no dia 18 de março. Sendo assim, estudantes e instituições de ensino interessados devem inscrever suas cartas até semana que vem.

O concurso é promovido anualmente pela UPU (União Postal Universal), com sede em Berna, na Suíça. No Brasil, o concurso é promovido pelos e ocorre em três fases: escolar, estadual e nacional. Já a quarta etapa, é internacional, e realizada pela UPU.

O tema da redação este ano é: “Escreva uma carta a uma pessoa influente para explicar por que e de que forma ela poderia tomar iniciativas para combater a crise climática". 

Para realizar a inscrição, as escolas públicas e privadas devem selecionar duas cartas, entre as redações dos alunos, para representar a instituição na fase estadual. 

Em seguida, as melhores redações dos estados competem o prêmio nacional, em que apenas uma carta é escolhida para representar o Brasil na fase internacional.

O prêmio para a escola e os alunos vencedores é de até R$ 10,5 mil e R$ 10 mil, respectivamente. Além de outros valores para os ganhadores da fase estadual.

O objetivo do concurso é melhorar a alfabetização de jovens por meio da redação de cartas, com o incentivo da expressão da criatividade e aprimoramento dos conhecimentos linguísticos de crianças e adolescentes.

Para conferir todas as informações sobre o concurso, como ficha de inscrição e endereço para envio de documentos estão disponíveis no site:  https://www.correios.com.br/concursocartas.

Edições anteriores

O Brasil já conquistou 3 medalhas de ouro (1972/1988/2006), 2 medalhas de prata (1978/1980), 2 medalhas de bronze (1992/2015) e recebeu menções honrosas em 2009, 2012, 2016, 2017, 2018 e 2021. Na classificação internacional, o Brasil só é superado pela (5 medalhas de ouro).

Em relação as menções honrosas ao Brasil, destaca-se a da estudante Luísa Tejo Salgado Catão, de 15 anos, vencedora da edição nacional de 2021, representando o Colégio Nossa Senhora de Lourdes, em Campina Grande, na Paraíba. Luísa foi condecorada na fase internacional do concurso, onde disputou com alunos de mais de 60 países.

Veja também

Últimas notícias