Infrator é multado em R$ 20 mil por degradação de nascentes, matas ciliares e assoreamento de córrego

O proprietário rural afirmou ter adquirido a fazenda há pouco tempo e que os danos ambientais já existiam
| 10/04/2022
- 12:01
Infrator é multado em R$ 20 mil por degradação de nascentes, matas ciliares e assoreamento de córrego
Assessoria de Comunicação/PMA

Em ambiental na cidade de Inocência, a 295,9 km de Campo Grande, a equipe da PMA (Polícia Militar Ambiental) de Cassilândia localizaram a degradação de mananciais por falta de conservação do solo e construção de edificações em área protegida de propriedade rural à margem da rodovia MS 112. O infrator, de 60 anos, foi autuado em R$ 20 mil pelas infrações ambientais.

Na fazenda, os policiais verificaram uma área de 5.000 m² o corte da vegetação nativa, aterramento do solo e construção de casas de alvenaria próximas a nascentes, de forma a não respeitar a delimitação mínima prevista na lei ambiental.

A falta de isolamento das nascentes e o declive do terreno, dessa forma, os sedimentos carreados das áreas degradadas estavam ocasionando o assoreamento de partes protegidas dos mananciais.

O proprietário rural afirmou ter adquirido a fazenda há pouco e que os danos ambientais já existiam.

A equipe de policiais militares ambientais, determinou a interdição da área para sua recuperação, bem como a proibição de atividades agrícolas e pecuárias. Além disso, o proprietário rural também foi notificado a apresentar um PRADA (Projeto de Recuperação de Área Degradada e Alterada) junto ao órgão ambiental.

Veja também

O Sampaio Corrêa segue invicto no Estádio Castelão, em São Luís (MA), pela Série B...

Últimas notícias