Indígena é detido por maus-tratos após apedrejar e quebrar pernas de siriema em Itaporã

O animal será encaminhado ao Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (CRAS) após receber alta
| 19/03/2022
- 20:55
Ave ficou machucada após ser ferida com pedradas
Ave ficou machucada após ser ferida com pedradas - (Foto: Divulgação/PMA)

Um de 27 anos residente na Reserva Bororó, no município de Dourados, foi detido pela Polícia Militar Ambiental (PMA) por maus-tratos a uma siriema, que teve suas pernas quebradas após ser apedrejada pelo suspeito em Itaporã, na noite de sexta-feira (18).

Segundo as informações da polícia, oficiais foram acionados para atender o caso. No local, eles viram que o animal estava machucado e com as pernas quebradas. A ave foi encaminhada para atendimento médico veterinário em Dourados.

Logo que os veterinários o liberem, o animal será encaminhado ao Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (CRAS) em Campo Grande, até ser reabilitado e devolvido ao seu habitat natural.

Já suspeito foi orientado. De acordo com a PMA, ele ainda não foi autuado administrativamente pela falta de documentos pessoais. Indígena também foi conduzido à delegacia de Polícia Civil de Dourados, e poderá responder por crime ambiental.

 

Veja também

Local recebe revitalização da administração municipal

Últimas notícias