VÍDEO: Galpão destruído por incêndio volta a pegar fogo 10 dias depois no Jardim Colúmbia

| 08/04/2022
- 16:07
VÍDEO: Galpão destruído por incêndio volta a pegar fogo 10 dias depois no Jardim Colúmbia
(Foto: Leonardo de França/Midiamax)

O galpão da empresa Eficaz Logística que foi atingido por um incêndio de grandes proporções na noite do dia 29 do mês passado, na Rua Maicuru, Jardim Colúmbia, em Campo Grande, voltou a pegar fogo nesta sexta-feira (8). O Corpo de Bombeiros foi acionado para controlar as chamas.

Moradores da região acionaram o Corpo de Bombeiros após verem a fumaça que estava saindo do pátio do local. O fogo foi controlado em cinco minutos pelos militares.

"Não foi nada demais", informou os Bombeiros. O dono do local, acredita que alguém tenha colocado fogo, já que o incêndio teria ocorrido a mais de uma semana. "Não tem como ser de rescaldo", informou.

O caso

Um incêndio de grandes proporções destruiu o galpão da empresa Eficaz Logística na noite desta terça-feira (29), na Rua Maicuru, Jardim Colúmbia, em Campo Grande. O Corpo de Bombeiros combateu as chamas durante a madrugada do dia 30 do mês passado.

Os moradores de uma ao lado tiveram que sair às pressas da residência, que não é geminada com o local e não foi atingida pelo fogo. A parede de um outro barracão, aos fundos, ficou destruída com o fogo.

No momento em que começou o incêndio, o local estava fechado e a informação é que não havia ninguém no galpão. Uma das suspeitas é a de que fogo em matagal de terreno próximo pode ter atingido a empresa, causando as chamas.

No local, de acordo com os bombeiros, há muitos produtos de limpeza, que são inflamáveis. Quando os militares chegaram ao local, o galpão estava fechado. Alguns da empresa que estavam em uma garagem na frente de uma porta metálica da entrada do galpão, tiveram que ser retirados.

De início, os bombeiros fizeram o resfriamento desta grande porta metálica. Posteriormente, o cadeado foi serrado e iniciou-se então o combate às chamas com água. Porém, com a abertura da porta e entrada de ar, as chamas se alastraram e logo destruíram o local, derrubando as paredes e o teto.

O incêndio também atingiu a rede elétrica da rua, deixando a região sem energia. Várias viaturas do Corpo de Bombeiros e o caminhão ABT (Auto Bomba Tanque) estão no local. Responsáveis pela empresa estavam desolados.

Veja também

Últimas notícias